Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prefeitura amplia feriado da próxima quarta-feira no Rio

Medida é tentativa de reduzir impactos no trânsito e facilitar desclocamento de torcedores para o estádio. Bloqueio de ruas começará mais cedo no domingo

Chegada ao Maracanã na partida Argentina x Bósnia Chegada ao Maracanã na partida Argentina x Bósnia

Chegada ao Maracanã na partida Argentina x Bósnia (/)

Depois do engarrafamento gigantesco da última quarta-feira, primeiro dia útil com uma partida da Copa do Mundo no Maracanã, a prefeitura decidiu decretar feriado integral no próximo dia 25 – quando Equador e França enfrentam-se no estádio. O plano inicial era o de ter feriados parciais, a partir das 14h, nos dias de jogos no Maracanã. A medida, explica uma nota oficial da prefeitura, “reduzir o fluxo de veículos na cidade e minimizar possíveis transtornos para a população, além de acelerar o deslocamento dos torcedores para o estádio”.

Outra medida anunciada nesta sexta-feira tem efeito já para o jogo de domingo, entre Bélgica e Rússia, às 13h. Pela primeira vez, o fechamento de vias e o cerco policial ao estádio será iniciado sete horas antes da partida, a partir das 6h.

Nos dois jogos realizados no Maracanã até o momento – Argentina e Bósnia, no último domingo, e Espanha e Chile, na quarta-feira – houve tentativa de invasão e problemas de segurança. Torcedores argentinos pularam uma grade de proteção e conseguiram entrar no estádio sem ingresso. Já uma parte da torcida chilena, também sem tíquetes, forjou um atendimento médico para forçar um portão e chegar à área interna do Maracanã.

Leia também:

‘Constrangida’ com invasão, Fifa quer segurança reforçada

Chilenos invasores são ‘fanáticos’, não ‘delinquentes’, diz cônsul

Baderneiros argentinos são denunciados pelo MP

http://www.youtube.com/embed/acj4JBg-TPU
Invasão chilena

Cerca de 100 chilenos invadiram o Maracanã, quarta-feira, antes do jogo com a Espanha. Os seguranças não conseguiram conter o bando, que errou o caminho e chegou à sala de imprensa. Segundo a Secretaria de Segurança, 85 foram detidos. Eles têm 72 horas para deixar o país. Caso contrário, serão deportados. 

http://www.youtube.com/embed/-lqaRvKHwZI
Invasão argentina

Um grupo de 30 argentinos tentou invadir o Maracanã, domingo, antes do jogo com a Bósnia. Parte dos torcedores forçou a entrada por um portão e a outra parte pulou um muro. Nove foram capturados e presos por tentativa de invasão. O restante se misturou aos torcedores.

Torcedores da Argentina fazem festa no Rio de Janeiro Torcedores da Argentina fazem festa no Rio de Janeiro

Torcedores da Argentina fazem festa no Rio de Janeiro (/)


Cambistas vendem ingressos para a Copa bem perto do Maracanã Cambistas vendem ingressos para a Copa bem perto do Maracanã

Cambistas vendem ingressos para a Copa bem perto do Maracanã (/)


Torcedores da Argentina antes do jogo contra a Bósnia no Maracanã, no Rio Torcedores da Argentina antes do jogo contra a Bósnia no Maracanã, no Rio

Torcedores da Argentina antes do jogo contra a Bósnia no Maracanã, no Rio (/)