Clique e assine com até 92% de desconto

Portuguesa perde do Mirassol e é rebaixada no Paulista

Por Da Redação 15 abr 2012, 18h28

Por AE

Mirassol – O dia 15 de abril de 2012 certamente ficará marcado de forma negativa na memória dos torcedores da Portuguesa. Neste domingo, o time paulistano foi derrotado pelo Mirassol, por 4 a 2, no Estádio José Maria de Campos Maia, no interior de São Paulo, e com a combinação de resultados da última rodada do turno único a Lusa foi rebaixada para a Série A-2 do Campeonato Paulista.

O time permaneceu com 18 pontos na 17.ª rodada e caiu por causa da vitória do Botafogo sobre o Guarani, por 2 a 1 , e do empate do XV de Piracicaba com o Mogi Mirim, por 2 a 2. O time piracicabano, inclusive, terminou com a mesma pontuação da

Lusa, mas escapou no critério de desempate por ter uma vitória a mais: 5 a 4.

Esta é a segunda vez que a Lusa cai para a Série A-2. Isso aconteceu em 2006, sendo que no ano seguinte o time sagrou-se campeão da chamada “Segunda Divisão” e voltou à elite. Agora terá que percorrer o mesmo caminho no Estadual. Em 2011, a Lusa garantiu o acesso para a Série A do Brasileiro, após campanha brilhante na Série B que culminou com o título.

“Infelizmente, futebol tem destas coisas inexplicáveis”, analisou o técnico Jorginho, desolado com a situação. Para o Mirassol, a vitória rendeu uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro no segundo semestre. A equipe terminou na nona posição, com 25 pontos. A outra vaga já era do Mogi Mirim.

A Portuguesa cometeu muitos erros na primeira etapa. Além do alto número de passes errados, o time paulistano cometeu falhas defensivas nos gols do Mirassol. Primeiro aos 35 minutos, após cobrança de falta, o goleiro Weverton deu rebote e Henrique Dias bateu no canto direito.

Seis minutos depois, o camisa 9 do Mirassol aproveitou que os defensores da Lusa ficaram plantados e cabeceou firme para o fundo do gol, sem chances para Weverton.

No segundo tempo, o Mirassol deu mostras que iria matar a partida ao aumentar a vantagem com o atacante Preto, aos nove minutos. O time da casa, no entanto, recuou e permitiu a reação da Portuguesa. Ananias marcou o primeiro, de cabeça, aos 14 minutos. Seis minutos depois foi a vez de Luis Ricardo aproveitar cruzamento da esquerda e bater forte, sem chances para Fernando Leal.

Bastante pressionado pela Portuguesa, o Mirassol matou a partida aos 38 minutos. Xuxa recebeu lançamento longo e tocou na saída do goleiro. No entanto, todo o time da Lusa foi reclamar com a arbitragem, pois o auxiliar havia marcado impedimento, mas o árbitro mandou seguir, gerando muita reclamação pelo lado paulistano.

Continua após a publicidade

Ao saber do gol da vitória do Botafogo em cima do Guarani, em Ribeirão Preto, que decretou o rebaixamento, alguns atletas da Portuguesa caíram no choro.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL 4 X 2 PORTUGUESA

MIRASSOL – Fernando Leal; Samuel, Matheus Ferraz, Dezinho e Willian Simões (Eric); Sérgio Manoel, Alex Silva, Luciano Sorriso (Malaquias) e Xuxa; Preto (Borebi) e Henrique Dias. Técnico – Ivan Baitello.

PORTUGUESA -Weverton; Luís Ricardo (Danilo), Rogério, Renato e Ivan (Rai); Léo Silva, Guilherme, Boquita (Rodriguinho) e Henrique; Ananias e Ricardo Jesus. Técnico – Jorginho.

GOLS – Henrique Dias aos 35 e 41 minutos do primeiro tempo. Preto aos 9, Ananias aos 14, Luis Ricardo aos 20 e Xuxa aos 38 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho.

CARTÕES AMARELOS – Willian Simões, Eric, Danilo, Rai e Leo Silva.

RENDA – R$ 28.068,00.

PÚBLICO – 2.824 pagantes.

LOCAL – Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Continua após a publicidade
Publicidade