Clique e assine a partir de 8,90/mês

Portugal de CR7 enfrenta República Tcheca por uma vaga nas semifinais

Por - - 20 jun 2012, 16h25

A seleção de Portugal conta com o astro Cristiano Ronaldo para confirmar o favoritismo no seu duelo com a República Tcheca pelas quartas de final da Eurocopa, nesta quinta-feira em Varsóvia (às 15h54 no horário de Brasília).

Quem levar a melhor nesta partida disputará uma vaga na grande final com o vencedor do choque entre a atual campeã mundial e europeia Espanha e a França, que se enfrentam neste sábado, em Donetsk.

Portugal e República Tcheca nunca venceram a competição, mas ambos foram vice-campeões uma vez.

Os tchecos chegaram à final em 1996, na Inglaterra, e perderam por 2 a 1 para a Alemanha, enquanto os lusos foram derrotados por 1 a 0 pela Grécia na decisão do torneio que disputaram em casa em 2004.

O jogo desta quinta-feira será o terceiro confronto entre as duas equipes nas últimas cinco edições da Eurocopa, sendo que já se enfrentaram na mesma altura da competição em 1996, quando os tchecos venceram por 1 a 0, em Birmingham.

Nesta edição da Eurocopa, ambos fizeram campanhas semelhantes na fase de grupos, ao somar seis pontos, vencendo suas duas últimas partidas após ter perdido na estreia.

A República Tcheca teve a recuperação mais espetacular, já levou uma goleada de 4 a 1 da Rússia no primeiro jogo, antes de engrenar com os triunfos por 2 a 1 sobre a Grécia e por 1 a 0 sobre a co-anfitriã Polônia.

Já Portugal perdeu por 1 a 0 para a Alemanha, que acabou encerrando a fase de grupos com 100% de aproveitamento, e se recuperou com vitórias emocionantes, por 3 a 2 sobre a Dinamarca e por 2 a 1 sobre a Holanda.

Contra os holandeses, Cristiano Ronaldo, calou os críticos que o cobravam por não repetir com a seleção as grandes atuações que teve nos últimos anos com o Real Madrid ao fazer os dois gols da vitória portuguesa.

Aos 27 anos, CR7, que vem de uma temporada espetacular, com nada menos que 60 gols marcados com a camisa do Real, e deve dar muita dor de cabeça aos zagueiro tchecos.

“Cristiano Ronaldo impressiona muito com seu profissionalismo. Ele dá tudo de si nos treinos e ninguém entre nós tem a mesma vontade de vencer sempre”, elogiou o meia Raul Meireles, que conquistou o título da Liga dos Campeões com o Chelsea em maio.

Continua após a publicidade

Nesta quinta-feira, Meireles enfrentará um companheiro de clube, o goleiro tcheco Petr Cech, considerado um dos melhores do mundo na posição.

“Portugal é uma das dez melhores equipes do mundo. É um grupo repleto de jogadores fantásticos, com muita personalidade. Contra a Holanda, fizeram uma grande partida ofensivamente”, elogiou Cech.

O técnico luso Paulo Bento espera poder contar com o zagueiro brasileiro naturalizado português Pepe, que foi dispensado do treino de segunda-feira para passar exames médicos após ter sentido dores no tornozelo, mas treinou normalmente na terça-feira.

Pepe é uma das peças-chave da seleção portuguesa e já fez um gol na competição, ao abrir o placar contra a Dinamarca.

Paulo Bento deve optar por um esquema em 4-3-3, com Raul Meireles, João Moutinho e Miguel Veloso no meio e um trio ofensivo com Cristiano Ronaldo e Nani pelos lados, além de Helder Postiga na ponta do ataque.

Já a República Tcheca deve jogar em 4-2-3-1, com Petr Jiracek na ponta direita e Vaclav Pilar na esquerda e o veterano Milan Baros como centroavante.

A maior preocupação do técnico Michal Bilek é com o meia Tomas Rosicky, responsável por armar a maioria das jogadas, que é dúvida para a partida por sentir dores no tendão de Aquiles.

– Possíveis escalações:

República Tcheca: Cech (cap) – Gebreselassie, Sivok, Kadlec, Limbersky – Hübschman, Plasil – Jiracek, Kolar (o Rosicky), Pilar – Baros. DT: Michal Bilek

Portugal: Rui Patricio – Joao Pereira, Pepe, Bruno Alves, Coentrao – Meireles, Veloso, Moutinho – Nani, Postiga, Cristiano Ronaldo (cap). DT: Paulo Bento

Árbitro: Howard Webb (ING)

Continua após a publicidade
Publicidade