Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Por fim da pressão, Palmeiras encara um concorrente direto: o Bahia

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h31

O Palmeiras ainda amarga um período de dez jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro, mas os empates nas duas rodadas passadas, contra Grêmio e Vasco, deixaram o time mais tranquilo na briga contra o rebaixamento. Para acabar com qualquer risco antes dos clássicos finais da competição, o Verdão busca uma vitória diante do Bahia, que também luta para se livrar do perigo.

O jogo será disputado neste domingo, às 19 horas (de Brasília), no Pituaçu. Apesar da dificuldade de atuar no estádio adversário, o atacante Luan cobra uma vitória sobre o Tricolor.

‘Sabemos que a equipe do Bahia tem qualidade também e vamos respeitar bastante, mas buscaremos o resultado lá. Quanto antes nosso time sair desta situação, é melhor. Enquanto tiver chance (de cair), mesmo pequena, temos de vencer’, afirmou o atleta.

A ideia no Palmeiras é se livrar da degola agora para poder enfrentar sem pressão os clássicos contra São Paulo e Corinthians, que encerram esta edição do Brasileirão. Para encarar o Bahia, o técnico Luiz Felipe Scolari tem um reforço certo: o meia Valdivia, que cumpriu suspensão nos três jogos passados.

Um dos principais jogadores do Verdão, o chileno esbarrou em lesões nesta temporada, que não deixaram o jogador demonstrar o mesmo futebol de sua primeira passagem pela equipe alviverde. Ainda assim, o técnico Felipão trata o jogador como um dos ‘pilares’ do Palmeiras e aposta nele para ajudar seu time a reencontrar o caminho das vitórias.

‘Ele [Valdívia] é nosso titular. Tem treinado, feito um trabalho muito bom com o Anselmo [Sbraglia, preparador físico do clube]. Mesmo no último treino em que tínhamos dificuldades devido aos exames que constataram a necessidade de diminuir o ritmo de trabalho, o Valdívia foi bem e provavelmente no domingo será o grande primeiro reforço para a parte final’, elogiou o comandante.

O Mago deve assumir o lugar de Patrik na armação das jogadas. Além disso, Tinga está de volta, após cumprir punição automática, e deve ser uma opção para o decorrer do encontro com o time baiano. O Palmeiras tem 43 pontos no Brasileirão, enquanto o Bahia aparece com 42.

Próximo do alviverde na tabela de classificação, o Bahia compartilha de pensamento parecido com o do Palmeiras: uma vitória diante de um rival direto daria tranquilidade para esta reta final de Brasileiro, podendo dar a chance ao time de Joel Santana pensar em uma vaga para a próxima Copa Sul-americana.

Vindo de dois jogos fora de casa – vitória sobre o Atlético-GO e derrota para o Internacional -, o Tricolor não poderá contar com o lateral direito Marcos e o volante Fabinho, que receberam o terceiro cartão amarelo diante do Colorado. Na lateral, Jancarlos, recuperado de lesão, e Gabriel lutam pela titularidade, enquanto no meio-campo Marcone deverá receber nova oportunidade.

Além deles, o lateral Dodô sofreu uma grave lesão na partida contra o clube gaúcho e não deve mais atuar nesta temporada. O jogador teve uma ruptura total do ligamento cruzado anterior do joelho e precisará passar por uma cirurgia no local. Sem o atleta, Joel deverá recorrer a Hélder na posição.

Em compensação, os então suspensos Paulo Miranda, Titi e Souza, artilheiro da equipe na competição com dez gols marcados, voltam ao time e o Bahia, assim, terá sua defesa titular diante do Palmeiras.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

BAHIA X PALMEIRAS

Local: estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Data: 20 de novembro de 2011, domingo

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (CBF-SE)

Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

BAHIA: Marcelo Lomba; Jancarlos (Gabriel), Paulo Miranda, Titi e Hélder; Fahel, Marcone, Diones, Magno e Lulinha; Souza

Técnico: Joel Santana

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Gerley; Marcos Assunção, Márcio Araújo, João Vítor (Patrik) e Valdivia; Luan e Ricardo Bueno

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Continua após a publicidade

Publicidade