Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por ‘diversidade’, Fifa estende inscrições para voluntários

Número de candidatos já passou dos 100.000, mas organização quer variedade

As pessoas pré-selecionadas serão submetidas a uma segunda fase do processo, em que serão entrevistadas. Quem for escolhido para ser voluntário em 2013 e 2014 receberá um treinamento específico antes dos eventos

A Fifa informou na terça-feira que as inscrições para o programa de voluntários da Copa do Mundo de 2014 e da Copa das Confederações de 2013 seguem abertas. A entidade estudava a possibilidade de fechar o processo já na terça, pois recebeu um número mais do que satisfatório de candidatos às vagas. Depois de avaliar as fichas já entregues com o Comitê Organizador Local (COL), porém, a Fifa decidiu continuar recebendo inscrições porque gostaria de reunir um grupo mais diverso de candidatos. Os organizadores querem mais pessoas de perfis diferentes, mais candidatos de cidades e países diferentes e mais portadores de deficiência entre os candidatos, por exemplo. De acordo com a Fifa, o processo pode ser encerrado a qualquer momento a partir de agora.

Leia também: Fifa acha que a Copa entrou nos trilhos. Mas a que preço?

Com mais de 100.000 inscritos, o Brasil bateu um recorde no número de candidatos ao programa de voluntariado do Mundial. A Alemanha reuniu cerca de 48.000 postulantes a uma vaga em 2006. Em 2010, a África do Sul teve cerca de 70.000 candidatos a voluntário. Em sua última visita ao país, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou que a entidade gostou muito dos números obtidos no país e agradeceu pelo grande interesse popular no evento. Enquanto a Fifa não decide pelo encerramento das vagas, as inscrições continuam abertas, através da página do programa de voluntários no site oficial da Fifa. Quando as inscrições forem encerradas, o Comitê Organizador Local (COL) e a Fifa começarão a avaliar os candidatos. As pessoas pré-selecionadas serão submetidas a uma segunda fase do processo, em que serão entrevistadas. Quem for escolhido para ser voluntário em 2013 e 2014 receberá um treinamento específico antes dos eventos.

Leia também: Portal de transparência da Copa está desatualizado, diz TCU

Qualquer pessoa com mais de 18 anos pode participar do processo seletivo promovido pela Fifa. O domínio de outros idiomas e o conhecimento de informática são alguns dos itens que fazem parte do formulário de inscrição – e que, é claro, serão levados em conta na hora da escolha, ainda que não sejam atributos obrigatórios. Se aprovado, o voluntário vai prestar serviços nos setores de transporte, segurança, protocolo, atendimento a turistas, departamento médico e serviço de idiomas, entre outras atribuições. O COL calcula que terá aproximadamente 1.500 voluntários em cada uma das doze cidades-sede na Copa do Mundo – o total de vagas em 2014, portanto, ficará próximo de 18.000. Na Copa das Confederações, em junho do ano que vem, o número deve ser de 7.000 voluntários, que terão de cumprir turnos de até dez horas de trabalho durante os vinte dias do evento. Cada pessoa selecionada terá direito a alimentação, transporte e uniforme.