Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Por Copa Rio de 1951, Palmeiras inclui estrela vermelha na camisa

Homenagem ao torneio internacional foi aprovada pela diretoria do clube

Por Da redação 24 Maio 2017, 09h35

Palmeiras passará a ostentar uma estrela vermelha acima de seu escudo para lembrar a conquista da Copa Rio de 1951. O novo uniforme será estreado no confronto com o Atlético Tucumán, marcado para as 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Allianz Parque, pela Copa Libertadores.

A estrela na camisa como homenagem ao histórico título já era prevista no estatuto do Palmeiras. A ideia de efetivamente incluir a peça no uniforme foi apresentada em reunião do Conselho Deliberativo na noite desta terça-feira e aplaudida de pé pelos participantes.

  • “A estrela vermelha é uma demonstração de respeito à conquista, ao nosso torcedor, aos nossos ídolos e à nossa história. Estamos fazendo isso para valorizar a nós mesmos. Respeitamos qualquer opinião, mas o que importa é o sentimento, e o sentimento é que este é o maior título da história do Palmeiras e valorizaremos isso”, disse o presidente Maurício Galiotte.

    Na decisão de 1951, o Palmeiras superou a Juventus, da Itália, em dois jogos disputados no Maracanã: ganhou por 1 a 0 a primeira partida e empatou por 2 a 2 a segunda.

    Há anos, arrasta-se uma discussão entre Palmeiras e Fifa sobre a validade do torneio de 1951 como um título mundial. A entidade chegou a tratar a Copa Rio como o “primeiro torneio mundial de clubes” em 2014, mas reiterou que o primeiro Mundial de Clubes chancelado por ela foi o de 2000, vencido pelo Corinthians. A Copa Rio teve duas edições, a segunda vencida pelo Fluminense, no ano seguinte.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade