Clique e assine a partir de 8,90/mês

Por dia de glória, Neymar avisa: É outra história, outro jogo

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 14h23 - Publicado em 20 jun 2012, 11h18

‘Dias de Luta, Dias de Glória’. Esse é o nome de uma das músicas mais famosas da banda de rock Charlie Brown Jr. Fã do grupo santista, o atacante Neymar tenta levar a campo diante do Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), no Pacaembu, esse lema e transformar o dia 20 de junho de 2012 em um dia de glória, não só para ele, como para o Santos e a sua torcida.

A Joia postou o nome desta canção, durante os dias que antecederam a partida de volta das semifinais da Libertadores, em sua página oficial no Facebook. ‘Encaixou muito. No momento, é o que a gente precisa’, afirmou o camisa 11 do Peixe, mostrando a sua motivação para o duelo desta noite.

‘Na minha vida sempre foi assim: nem todos os dias você consegue ter glórias. Mas o importante é sempre lutar. Têm dias em que você trabalha e, lá na frente, dá tudo certo. Escolhi essa música para ter um foco maior no jogo e espero que ela contagie todo mundo. Espero que (quarta) seja um dia de glória’, destacou Neymar.

De acordo com pessoas próximas ao atacante, a motivação de Neymar é muito alta para o clássico. Após o primeiro confronto com o Timão, a Joia participou apenas de um almoço de uma de suas patrocinadoras, na última sexta. O restante do período foi destinado a treinos regenerativos, físicos, táticos e, também, houve tempo para o popular rachão, que fechou a preparação da equipe visando o compromisso decisivo na Copa Libertadores.

Neymar quer esquecer os comentários acerca do possível desgaste físico, alegados pelo presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro e pelo técnico Muricy Ramalho, dando a volta por cima e classificando o Alvinegro Praiano para a final da competição internacional, superando o seu maior rival, no ano do centenário do clube.

‘Essa partida é muito importante para mim, para a minha carreira. O que aconteceu na semana passada (derrota por 1 a 0, na Vila Belmiro) é outra história. Agora, é outro jogo. E tudo pode mudar. Nenhuma partida consegue ser igual a outra. Todos nós queremos essa classificação. Vamos buscar isso a todo custo. Se a gente não fizer por merecer, não vamos conseguir a vitória. Mas garanto que não vai faltar disposição. Quero fazer história de novo’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade