Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ponte surpreende São Paulo no Morumbi e vence por 3 a 1

Quase rebaixada no Brasileirão, equipe de Campinas ignora favoritismo dos donos da casa e consegue vantagem na semifinal da Copa Sul-Americana

Perto do rebaixamento no Brasileirão, a Ponte Preta segue brilhando na Copa Sul-Americana. Depois de eliminar o tradicional Vélez Sarsfield nas quartas de final, a equipe de Campinas voltou a surpreender na noite desta quarta-feira e venceu o São Paulo de virada por 3 a 1, em pleno Morumbi, no jogo de ida da semifinal. Antonio Carlos (contra), Leonardo e Uendel marcaram para a Ponte; Ganso fez o gol do São Paulo.

Com o triunfo na casa do rival, a Ponte pode perder por até 2 a 0 na volta, na próxima quarta. Para o São Paulo, a vaga em mais uma final só será conquistada em caso de vitória por três gols de diferença, ou por apenas dois, em resultados a partir de 4 a 2. A partida de volta será disputada em Mogi Mirim, já que a Conmebol, sob pressão do São Paulo, vetou o Moisés Lucarelli porque o estádio não conta com a capacidade mínima de 20 mil lugares.

O jogo – Disposta a sair pelo menos com um empate do Morumbi, a Ponte começou o jogo impecável na marcação, neutralizando as tentativas de ataque dos anfitriões. A estratégia deu certo até os 20 minutos, quando Ganso acertou um chute milimétrico no canto do goleiro Roberto. O lance tirou a Ponte da retranca, mas o time de Campinas contou com a sorte para empatar. Já aos 43 minutos, Denilson cruzou rasteiro e Antonio Carlos fez contra.

O gol renovou a confiança dos visitantes, que começaram o segundo tempo em ritmo forte. O São Paulo correspondia e, apesar da forte chuva, o jogo era bem disputado. O time da casa, no entanto, se assustou quando Fernando Bob encheu o pé e Rogério fez grande defesa. No rebote, Leonardo decretou a virada da Ponte, aos 7. A situação ficou ainda pior para o São Paulo quando Uendel investiu pela esquerda e bateu forte. A bola desviou em Wellington e não deu chances de defesa a Rogério. Aos 25, a Ponte vencia por 3 a 1 e calava o Morumbi.

Desesperado, o São Paulo foi para o ataque, com Luis Fabiano e Welliton nas vagas de Maicon e Ademilson. Mas não teve sucesso. O time acumulou chances desperdiçadas, a maior delas, aos 40, quando César e Artur, em dois momentos seguidos, tiraram a bola quase na linha do gol da Ponte. Insatisfeito, o São Paulo pressionou até o fim, mas não conseguiu reverter a desvantagem.

(Com Estadão Conteúdo)