Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ponte protesta contra uma das piores arbitragens vistas no futebol

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 14h23 - Publicado em 7 jun 2012, 18h07

A arbitragem do tocantinense Wagner Reway, classificada como ‘cega’ pelo goleiro Edson Bastos, gerou revolta também entre os dirigentes da Ponte Preta, que viram o gol de empate marcado por Vagner Love pelo Flamengo, na última quarta-feira, como fruto de um erro. Diante desse panorama, o diretor executivo do clube, Ocimar Bolicenho, prometeu uma representação junto à CBF contra o trio responsável pelo apito no empate por 2 a 2.

‘Vamos entrar com uma representação na Federação contra a arbitragem. Isso não vai mudar o resultado do jogo , mas é o mínimo que podemos fazer. O que não pode é que continuemos a ter arbitragens desse nível em jogos tão importantes. Se foi assim aqui em Campinas, imagine o que teria acontecido se o jogo fosse no Rio de Janeiro’, protestou Ocimar Bolicenho, em tom de deboche.

O lance debatido aconteceu após uma bola alçada para dentro da área ponte-pretana sair pela linha de fundo. O cruzamento não resvalou em nenhum marcador da equipe mandante e seria reposta por Edson Bastos para a cobrança do tiro de meta. No entanto, o árbitro assinalou escanteio e deu chances para que Negueba aproveitasse a sobra do tiro de canto para cruzar na cabeça de Vagner Love, sacramentando a igualdade por 2 a 2 em Campinas.Irritado, Bolicenho não economizou nas palavras: ‘O que esse árbitro fez foi uma das piores coisas que eu já vi no futebol, e olha que o Brasil inteiro estava vendo pela TV. No lance do gol de empate ele não marcou uma falta clara no nosso ataque e ainda inventou um escanteio que originou o gol’. O discurso foi acompanhado por Renê Júnior, autor do primeiro gol dos 2 a 2: ‘Nós trabalhamos forte a semana toda, jogamos bem e no final isso mudou o placar’.

Renê Júnior, no entanto, garantiu que o empate já é passado e que a realidade da equipe agora é o confronto diante do Figueirense, no domingo, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. ‘Agora temos que focar em conseguir o resultado fora de casa. Nosso grupo é forte e temos condições de conquistarmos melhores resultados’, pontuou o volante, que se reapresentou na tarde desta quinta para treino muscular regenerativo.

Continua após a publicidade
Publicidade