Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pólo aquático masculino repete feminino e fica em 14

Por Da Redação 26 jul 2011, 07h07

A seleção masculina de polo aquático foi derrotada pelo Cazaquistão por 9 a 7 (BRA 0 x 3 KAZ / 3 x 1 / 2 x 2 / 2 x 3) nesta terça-feira (26). Com o resultado, os homens repetem o resultado obtido pelas mulheres e terminam na 14posição do Mundial de Xangai. No Mundial anterior, em Roma-2009, a equipe masculina ficou em 13lugar.

O Brasil pareceu entrar dormindo na partida. O Cazaquistão dominou completamente o primeiro quarto e poderia ter feito mais. No entanto, o primeiro gol saiu de forma inesperada. O forte chute de Ruday, bateu no goleiro brasileiro Vinícius, subiu, e quando desceu, entrou devagar. No segundo período, parecia que o ‘filme’ seria o mesmo, pois o Cazaquistão fez o quarto gol, logo aos 6min08s.

Mas a partir do segundo gol sofrido o time brasileiro acordou e partiu para cima do adversário, equilibrou o jogo inicialmente e depois passou a domina-lo. Já no início do terceiro período veio o empate num belo gol do capitão Felipe, da linha dos cinco metros. Mas o Cazaquistão voltou a liderar o placar, aos 6min27s, e aos 3min01s abriu a vantagem num pênalti. Mas outro gol de Felipe, aos 59s, colocou novamente o Brasil na partida.

No quarto final, o Brasil mudou o seu goleiro, mas viu o Cazaquistão determinado a garantir logo a vitória. E aos 7min33s o time europeu marcou mais um, e ampliou o resultado já na metade final do tempo. Emílio diminuiu para o Brasil a 2min18s do fim, mas o adversário marcou mais uma vez na cara do gol. O último tento do jogo foi do brasileiro Marcelo Franco, que não mudou o resultado da partida.

Nas quartas de final, a seleção da Hungia enfrenta os Estados Unidos, enquanto que a Sérvia pega a Alemanha, a Croácia faz um ‘clássico’ regional com Montenegro e a Itália encara a Espanha.

Continua após a publicidade

Publicidade