Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia aponta suicídio de diretor de clube húngaro

Por AE-AP

Budapeste – Um diretor do clube húngaro REAC, que tem seis jogadores suspeitos de manipularem resultados, se suicidou nesta quinta-feira, segundo afirma o próprio clube. De acordo com a polícia local, Robert Kutasi se atirou de um prédio. O dirigente tinha 48 anos.

Antes, também na quinta-feira, seis jogadores do REAC foram levados sob custódia pela polícia local. Eles estão sendo investigados por um escândalo de manipulação de resultados. No total, 25 pessoas estão sob investigação pela promotoria pública da Hungria.

Apesar da prisão destes seis jogadores, o REAC, clube de Budapeste, e seus dirigentes não são suspeitos de estarem envolvidos na manipulação de resultados. Kutasi, que sempre lutou contra a corrupção no futebol húngaro, havia dito nesta semana ao jornal Nemzeti Sport que sua vida havia “acabado” por causa do escândalo.