Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pistorius: promotor quer pena de 10 anos; decisão é adiada

Juíza que decidirá sentença do astro paralímpico fará anúncio na próxima terça

A promotoria e a defesa de Oscar Pistorius apresentaram nesta sexta-feira, quinto dia das sessões para definição da sentença do astro paralímpico, os argumentos finais para que a juíza Thokozile Masipa tome sua decisão. A responsável pelo caso afirmou que precisaria de mais tempo para anunciar a sentença definitiva e anunciou que o resultado final será divulgado na próxima terça-feira, em Pretória. Depois de já ter manifestado ao longo da semana que Oscar Pistorius merecia uma pena severa, Gerrie Nel, o chefe da acusação, pediu que o réu cumpra pelo menos dez anos de prisão pela morte de Reeva Steenkamp.

Leia também:

Pais de Reeva Steenkamp devolverão mesada a Pistorius

Pistorius é considerado culpado pela morte da namorada

Pistorius é inocentado da acusação de crime premeditado

A defesa, que segue afirmando que o atleta sul-africano efetuou os disparos por ter confundido a namorada com um ladrão, afirmou que uma punição justa seria obrigar Pistorius a realizar ações sociais. A possibilidade de ordenar que o atleta se envolva com trabalhos de caridade já havia sido levantada pela defesa no início da semana. Além disso, os advogados de Pistorius argumentam que ele não pode ir à prisão com presos comuns e que teria dificuldades por ser portador de deficiência. O promotor Nel lembrou que há celas adaptadas e cobrou uma pena dura para servir como exemplo para a sociedade. Kim Martin, prima de Reeva, também falou na corte nesta quinta, pedindo uma pena rigorosa.

(Com agência Gazeta Press)