Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pior do que ‘dois ou três’, Timão promete compensação com suor

Por Da Redação 15 nov 2011, 15h32

Ter liderado o Campeonato Brasileiro por 22 das 34 rodadas disputadas até o momento não significa necessariamente que o Corinthians tem o melhor elenco da competição. A análise é do atacante Emerson, que enxerga pelo menos dois adversários com mais qualidade técnica e explica a posição privilegiada na tabela pela dedicação acima do comum de seus colegas.

‘Por saber que não somos o melhor time. temos como característica a entrega. Se é sofrido, que seja, vamos brigar’, conta o atacante Emerson, que promete suar a camisa nos quatro jogos restantes, contra Ceará, Atlético-MG, Figueirense e Palmeiras. ‘Inclusive deve ter dois ou três times melhores do que a gente. A dedicação em campo é a marca desse Corinthians’, emenda.

Após o tropeço para o então lanterna América-MG, na 33rodada, o grupo se fechou ainda mais em busca do título. Segundo Emerson, as próximas atuações serão bem diferentes da mostrada em Uberlândia, o que já começou a ser visto no domingo, durante a vitória sobre o Atlético-PR.

‘Nosso vestiário depois do jogo foi muito triste. Perder ou empatar faz parte, mas desde que cheguei aqui nunca tinha visto nosso vestiário tão triste. E nossa semana antes do jogo com o Atlético foi muito boa, todos estavam indignados com o que havia acontecido. Todos tiveram consciência de que não tinham dado seu melhor contra o América’, argumenta o camisa 11.

Às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, o Corinthians tem pela frente outro adversário que tenta escapar da segunda divisão nacional: o Ceará, 17colocado, no Presidente Vargas.

Continua após a publicidade
Publicidade