Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Piloto polonês morre em etapa do Rali Dacar na Argentina

O estreante Michael Hernik foi encontrado sem vida a trezentos metros da pista

O piloto de moto polonês Michal Hernik morreu nesta terça-feira durante a terceira etapa do Rali Dacar, disputado neste ano na Argentina. Hernik, de 39 anos, foi encontrado sem vida no trajeto entre as cidades de San Juan e Chilecito, no oeste argentino. De acordo com a organização do rali, um helicóptero médico localizou o corpo do piloto a 300 metros da pista. Hernik não apresentava sinais de acidente e as circunstâncias de sua morte ainda estão sendo investigadas.

Leia também: Dois jovens esquiadores americanos morrem em avalanche

“A organização lamenta o falecimento do piloto Michal Hernik”, afirmou o diretor do rali, Ettiene Lavigne. “Como não tínhamos notícias de Michal, decidimos começar a buscá-lo. O helicóptero o encontrou às 16h03 (horário local). Apesar de os médicos tentarem reanimá-lo, ele já estava sem vida”, relatou Lavigne. Estreante no Dacar, Hernik tinha experiência em outros ralis, como o L’Abu Dhabi Desert Challenge de 2014 e o Rali do Marrocos de 2013.

Mortes – A morte do polonês é a quinta desde que a tradicional corrida desembarcou na América do Sul em 2009. A última vítima havia sido o piloto de moto belga Eric Palante, morto no rali do ano passado, também na Argentina. Desde que a corrida passou a ser disputada em 1979, 28 competidores morreram durante a disputa.