Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Piloto brasileiro nos carros classifica Dakar como treino de luxo

A participação no Rally Dakar dos brasileiros Jean Azevedo e Emerson Cavassin, o Bina, foi classificada pelo piloto do carro da equipe Petrobras Lubrax como um treino de luxo. A dupla, 23colocada no geral, sofreu um acidente na décima etapa, entre Iquique e Arica, no Chile, e utilizou o restante da competição para conhecer melhor o veículo Nissan, utilizado pela primeira vez na disputa.

A edição de 2012 marcou o retorno do caçula da família Azevedo à categoria carros do Dakar – seu irmão mais velho André foi o oitavo colocado nos caminhões. No ano passado, o orçamento não era suficiente para comprar um novo veículo e ele competiu nas motos, ficando com a sétima colocação da classificação geral. A aquisição do Nissan para esta temporada ocorreu apenas em outubro, o que impediu que os brasileiros conhecessem o equipamento e treinassem com ele para a disputa.

‘O orçamento para este ano só fechou em outubro e a gente teve que conhecer o carro durante o Dakar. A gente imaginava ganhar posições na segunda semana e estava até bem, entre os 15 primeiros, mas o acidente no meio das dunas acabou com qualquer pretensão nossa’, avaliou o piloto, feliz pela evolução no modelo de seu equipamento de competição.

Ele disputou a edição de 2010 do Dakar com um Mitsubishi de 2004 e acredita que o Nissan de 2009, recentemente adquirido pela equipe Petrobras Lubrax tem rendimento melhor. ‘Não dá para fazer um comparativo entre as duas marcas porque são carros com tecnologias de anos diferentes. Mas o projeto de 2009 obviamente é mais evoluído, é um veículo que vai melhor, principalmente na areia’.