Clique e assine a partir de 9,90/mês

Petrobras encerra oficialmente patrocínio à McLaren

Ministério da Economica já havia recomendado o fim do contrato, considerado "injustificável"

Por Da Redação - Atualizado em 5 nov 2019, 01h58 - Publicado em 5 nov 2019, 01h23

A Petrobras encerrou, nesta segunda-feira 4, a parceria técnica e de patrocínio que vinha desenvolvendo em com a equipe de Fórmula 1 McLaren Racing. Em nota, a companhia informou que a parceria resultou em avanços tecnológicos na linha de combustíveis e lubrificantes e em oportunidades de futuras cooperações comerciais, tecnológicas e de Responsabilidade Social entre as duas empresas.

Em outubro, um documento publicado pelo Ministério da Economia considerou “injustificável” o contrato da estatal brasileira com a escuderia, que totalizava de 163 milhões de libras esterlinas (cerca de 872 milhões de reais).

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse que a companhia reconhece a importância da McLaren no cenário do automobilismo global e que se mostrou satisfeito com os resultados dos dois anos da parceria.

“O projeto nos permitiu desenvolver gasolinas e lubrificantes de alta tecnologia por meio de pesquisas com novas matérias-primas e testes realizados em condições extremas. O desenvolvimento tecnológico será utilizado em produtos comerciais de lubrificantes e combustíveis”, disse Castello Branco.

O diretor-executivo da McLaren Racing, Zak Brown, agradeceu à Petrobras pela parceria e suporte. “Temos muito respeito pela capacidade técnica e científica da empresa e não temos dúvida de que os técnicos da empresa fizeram um progresso substancial durante o período que trabalhamos juntos”, disse.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade