Clique e assine a partir de 9,90/mês

Perto de aposentadoria, Emerson admite tentação árabe para sair

Por Da Redação - 14 set 2011, 10h32

O Corinthians pode perder Emerson para o futebol árabe. O atacante foi procurado pelo Al-Sadd, do Catar, e está propenso a deixar o Brasil de novo caso a proposta fique um pouco melhor. A justificativa do jogador de 33 anos é de que ele está prestes a se aposentar.

‘Estou amarradão no Corinthians. Estou tão feliz aqui, falei isso com minha família, com alguns amigos, que eu não queria ouvir essa proposta. E a proposta já chegou três vezes diferente. A gente fala ‘não, quero ficar’. Daí eles botam mais um pouquinho (de dinheiro)’, disse o atleta, durante participação no programa Cartão Verde, da TV Cultura, na noite de terça-feira.

‘Tem uma pessoa que eu amo de paixão, o meu empresário, Reinaldo Pitta, que ele fala o seguinte: ‘dinheiro não aceita desaforo’. E a nossa carreira realmente é muito curta. Vou parar de jogar futebol, sei lá, com 35 anos, e vou viver mais 35. E aí, e depois?’, completou o atleta.

Emerson já defendeu o Al-Sadd de 2007 a 2009, antes de se transferir para o Flamengo. Em 2010, ele acertou com o Al Ain, dos Emirados Árabes, e depois com o Fluminense, de onde se desligou neste ano por motivos disciplinares. Sem clube, ele foi contratado pelo Corinthians.

Continua após a publicidade

Quando deixou o clube árabe para assinar com o Flamengo, o jogador havia justificado que estava fora do Brasil há 12 anos e que nunca tinha atuado profissionalmente no Maracanã. Agora, mesmo admitindo que pode voltar, ele brincou quando perguntado sobre a possibilidade de jogar também no futuro estádio do Corinthians. ‘Espero’, concluiu, sem muita convicção.

Publicidade