Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pelé aconselha Messi a voltar à seleção argentina: “Espero que ele me ouça”

O maior nome do futebol brasileiro disse que os erros do argentino e as desilusões com a equipe nacional "são coisas do futebol"

Pelé aconselhou o argentino Lionel Messi a reconsiderar sua decisão de se aposentar da seleção argentina. Em entrevista à emissora Sky Sports publicada nesta sexta-feira, o tricampeão mundial com a seleção brasileira reverenciou o camisa 10 da Argentina e sua importância para a equipe. “Espero que ele me ouça. Nos últimos dez anos foi o melhor jogador do mundo. O que aconteceu com ele são coisas do futebol. Só quem tem a coragem de bater um pênalti pode errar”, disse Pelé, referindo-se à cobrança perdida de Messi na final da Copa América, vencida pela Chile no último domingo.

Logo após a derrota, Messi, totalmente abalado com mais um vice-campeonato pela seleção argentina, comunicou aos jornalistas a decisão. Foi a quarta final perdida pelo camisa 10 com a equipe nacional: foi vice-campeão em três edições da Copa América (2007, 2015 e 2016) e na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Pelé também disse para Messi não desistir por causa de um erro: “É normal que ele esteja triste e decepcionado, mas tem que esperar um pouco e esquecer isto, já que é algo que já aconteceu com jogadores muito bons. Todos perderam um pênalti alguma vez na vida”.

Leia também:

Argentinos vão às ruas no sábado pedir a volta de Messi à seleção

#NoTeVayasLio: argentinos imploram por permanência de Messi

Renúncia de Pelé – O episódio de Messi lembra a fase de Pelé na seleção brasileira, há 50 anos. Eliminado na primeira fase da Copa do Mundo de 1966, Pelé anunciou, aos 25 anos, sua aposentadoria da seleção brasileira, alegando que “não dava sorte em Copas”, apesar de já ter conquistado na época os últimos dois Mundiais: 1958 e 1962. Naturalmente, Pelé voltou ao time dois anos depois do fiasco de 1966. Em 25 de julho de 1968, jogou um amistoso contra o Paraguai, marcando dois gols na vitória por 4 a 0, em Assunção. A decisão de voltar foi certeira, já que Pelé conquistou em 1970 o tricampeonato da Copa do Mundo, no México, à frente de uma das maiores seleções da história do futebol. Esse pode ser ser o principal alento a Messi para voltar à seleção e tentar conquistar, enfim, um Mundial.

Pelé na Copa do Mundo de 1966 e Lionel Messi na Copa América Centenário de 2016 Pelé na Copa do Mundo de 1966 e Lionel Messi na Copa América Centenário de 2016

Pelé na Copa do Mundo de 1966 e Lionel Messi na Copa América Centenário de 2016 (/)

(Da redação)