Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pela 1ª vez desde 2006, Messi perde eleição na Argentina

Meia Di María foi escolhido o melhor jogador de futebol argentino de 2014

Por Da Redação 18 dez 2014, 09h54

O ano de 2014 de Lionel Messi não foi dos melhores e até os argentinos reconhecem isso. Nesta quarta-feira, pela primeira vez desde 2006, o craque do Barcelona não foi eleito o melhor jogador de futebol argentino em atividade no exterior. Quem recebeu o prêmio Olímpia de Prata foi o meia Ángel di María, campeão europeu pelo Real Madrid no primeiro semestre e que atualmente defende o Manchester United.

Leia também:

Messi, Cristiano e Neuer concorrem à Bola de Ouro

Ronaldinho relembra glórias e influência sobre Messi

Messi relembra Copa – e deixa futuro no Barça em aberto

A virada de Messi: seis gols e dois recordes em quatro dias

Di Maria comemora gol da Argentina no final do segundo tempo da prorrogação contra a Suíça
Di Maria comemora gol da Argentina no final do segundo tempo da prorrogação contra a Suíça VEJA

Messi ficou em segundo na eleição, à frente de seu companheiro de clube Javier Mascherano. Na categoria de melhor jogador em atividade na Argentina o vencedor foi o atacante Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield, que já tem contrato assinado com o Atlético-MG e reforçará o time mineiro na temporada 2015.

Apesar da derrota no prêmio caseiro, Lionel Messi ainda pode fechar o ano com a sua quinta Bola de Ouro da Fifa. Ele, no entanto, não é favorito na disputa com o atual vencedor Cristiano Ronaldo e o goleiro alemão Manuel Neuer. Em 2014, Messi chegou à final da Copa do Mundo e foi eleito o melhor jogador do torneio (em decisão contestada até mesmo pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter), mas teve uma temporada irregular e sem títulos pelo Barcelona.

Continua após a publicidade
Publicidade