Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Paulo Miranda deixa treino e Rhodolfo fica no Reffis, mas deve jogar

Por Da Redação - 9 abr 2012, 12h16

Rhodolfo nem apareceu no campo do CT da Barra Funda na manhã desta segunda-feira, mas o zagueiro titular que deve desfalcar o São Paulo nesta quarta-feira, contra o Bahia de Feira de Santana, pela segunda fase da Copa do Brasil, é Paulo Miranda. O camisa 13 ainda sofre com dores no joelho e tornozelo esquerdos.

Paulo Miranda chegou a participar de parte dos trabalhos. Realizou normalmente os exercícios de aquecimento com bola. Porém, ao partir para a prática de finalizações, deixou o gramado pouco depois dos primeiros chutes, sentindo as mesmas dores decorrentes de uma pancada sofrida no sábado, contra o Mogi Mirim – o defensor saiu com menos de 15 minutos de jogo.

‘O Paulo Miranda teve um trauma, um tipo de entorse com a queda de um adversário sobre a perna dele. O tornozelo dele está bem, praticamente não sente dor, mas o joelho ainda o incomoda. Tentou treinar, mas teve que sair. Vamos avaliar amanhãpara definir se ele viaja, não dá para adiantar nada’, falou o médico José Sanchez.

Já Rhodolfo dificilmente será desfalque. O zagueiro sente dores no joelho direito e, como ocorreu na semana passada, tem sido poupado dos treinos para fortalecer o local. ‘Achamos melhor aproveitar o dia para isso, mas ele deve treinar amanhã e não me parece que será problema’, disse Sanchez.

Publicidade

Com isso, a zaga são-paulina em Feira de Santana deve ser composta por Rhodolfo e João Filipe, já que Edson Silva está vetado do confronto. O zagueiro segue em tratamento de estiramento na coxa direita e só deve ficar à disposição na próxima semana – a hipótese mais otimista, embora improvável, é que seja relacionado no domingo, contra o Linense.

Fernandinho, que deixou a última partida com incômodo nas duas coxas, participou normalmente de todas as atividades nesta segunda-feira e, de acordo com José Sanchez, está ‘praticamente sem dores’. Deve estar em campo na quarta-feira, na Bahia. Denilson, que não atuou no sábado por conta de gripe, trabalho separado, mas ficará à disposição.

Além de Edson Silva, outros vetados para o confronto na Copa do Brasil são Fabrício, que trata novamente de dores na panturrilha direita, Rogério Ceni, recém-operado no ombro direito, e Wellington e Cañete, que sofreram cirurgias nos joelhos esquerdo e direito, respectivamente.

Publicidade