Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paulo Bento minimiza coro por Messi e pede Portugal corajoso na semi

‘Surpresa’ entre os semifinalistas da Eurocopa, a seleção portuguesa chegou nesta terça-feira, em Donetsk, na Ucrânia, com o discurso de que é preciso ter coragem no confronto com a atual campeã Espanha. Para conseguir tirar a equipe de Vicente Del Bosque da competição, o técnico Paulo Bento explicou que o time luso não poderá aceitar o estilo de jogo da Fúri

‘Na partida haverá momentos em que vamos dominar. Queremos ter a bola contra uma equipe que, neste sentido, tem superado todas as outras. Temos que ter a ambição e a coragem de atacar. Sabemos onde vamos nos colocar, onde vamos pressionar. Não queremos passar todo o jogo na defesa. A Espanha sabe que causaremos problemas’, avisou o treinador.

Durante a campanha na competição de seleções, o grande destaque português é o atacante do Real Madrid, Cristiano Ronaldo. Na chegada à Ucrânia, porém, o time ouviu gritos por Messi, jogador do rival merengue, o Barcelona, e atual vencedor da Bola de Ouro, prêmio que o português sonha voltar conquistar nesta temporada, após o título espanhol e uma possível conquista na Euro.

Apesar da provocação a Ronaldo, Paulo Bento minimizou a atitude. ‘Tenho dificuldade em compreender gritos por jogadores que não estão aqui. Não vai ter influência. Quando chegamos, nem ouvi. O Cristiano Ronaldo está se apresentando em um grande nível nesta Eurocopa e é isto que importa’, encerrou.

O confronto com a Espanha está marcado para acontecer nesta quarta, às 15h45 (de Brasília). No mesmo horário, mas na quinta, Alemanha e Itália decidem qual será o outro finalista da competição europeia. A decisão ocorrerá no dia 1de julho, também na Ucrânia.