Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paulistão: última rodada tem São Paulo pós-Muricy e briga por 2ª melhor campanha

Com Milton Cruz no comando, equipe tricolor pode rebaixar a Portuguesa no Morumbi. XV de Piracicaba e Penapolense lutam pela última vaga

Por Da Redação 8 abr 2015, 09h47

O Campeonato Paulista de 2015 chega à 15ª e última rodada da primeira fase nesta quarta-feira com pouca coisa em jogo. Líder do Grupo 2 com 36 pontos, o Corinthians já garantiu a melhor campanha da primeira fase. Santos, Palmeiras e São Paulo também já se garantiram nas quartas de final, mas ainda brigam pela segunda melhor campanha. Segundos em seus grupos, Red Bull Brasil, Ponte Preta e Botafogo de Ribeirão Preto também já avançaram à fase final, enquanto a única vaga em jogo, a segunda do Grupo 4, será disputada entre XV de Piracicaba e Penapolense. A principal atração da noite será a primeira partida do São Paulo desde a demissão do técnico Muricy Ramalho. Com o auxiliar Milton Cruz no comando, o time pode rebaixar a Portuguesa, às 22h (de Brasília), no Morumbi. Marília e Bragantino já estão rebaixados à Série A-2.

Leia também:

Muricy se emociona em despedida do São Paulo: ‘Isso é minha vida’

Com problemas de saúde, Muricy deixa o São Paulo

Corinthians e Santos empatam no Itaquerão

Embora ainda tenha chance de alcançar a segunda melhor campanha – atualmente tem a quarta, um ponto atrás do Palmeiras e dois do Santos -, o abalado São Paulo poupará alguns de seus principais jogadores, já pensando no jogo das quartas de final contra o Red Bull e na partida decisiva da próxima semana, contra o Danubio, pela Libertadores. Serão sete as novidades em relação à última partida: Rogério Ceni, Denilson e Paulo Henrique Ganso saem por opção de Milton Cruz. Reinaldo, Rafael Toloi e Michel Bastos estão suspensos. Já Souza acusou dores no joelho direito e Ewandro está a serviço da seleção brasileira sub-20. Antepenúltima colocada, a Portuguesa tem uma última chance de evitar a queda à Série A-2. Para isso, precisa contar com tropeço de pelo menos dois dos quatro times a sua frente. Pode se salvar até mesmo com um empate, mas assim dependeria de derrotas de Capivariano (para Ponte Preta) e São Bernardo (para Red Bull).

O Corinthians enfrentará o XV de Piracicaba, às 22h, no Barão de Serra Negra, e precisa vencer para assegurar uma eventual decisão em Itaquera – o maior campeão da competição já se garantiu como mandante nas quartas e semifinais, mas, como os pontos de todas as fases são acumulativos, ainda poderá ser ultrapassado pelo Santos em caso de derrota nesta noite. Apesar disso, o técnico Tite escalará uma equipe toda formada por reservas (dos titulares, apenas o zagueiro Felipe, o volante Ralf e o atacante Emerson viajam para integrar o banco de reservas. Caso não vença o único invicto na competição, o XV de Piracicaba terá de torcer por um tropeço da Penapolense diante do São Bento, em Penápolis, para avançar às quartas de final.

No mesmo horário, o Santos encara o Rio Claro, na Vila Belmiro e, ao contrário dos rivais, escalará sua melhor formação (as exceções são Cicinho, Lucas Lima e Geuvânio, suspensos). O Santos tem a segunda melhor campanha do Paulistão com dois pontos a mais do que o Palmeiras, que enfrenta o Ituano, também às 22h, no Novelli Júnior, em Itu. O time alviverde terá a presença do chileno Jorge Valdivia, que será titular pela primeira vez no ano. Outra atração esperada é a estreia do goleiro Aranha. Do time que derrotou o Mogi Mirim, no último sábado, apenas Victor Luis, Gabriel e Rafael Marques permanecerão no time.

(da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade