Clique e assine a partir de 9,90/mês

Patrícia Amorim conversa com Luxemburgo e alivia crise

Por Da Redação - 14 Sep 2011, 19h50

Por AE

Rio – Depois de iniciar o treinamento da manhã sem a presença do técnico Vanderlei Luxemburgo, que se atrasou no retorno de Palmas (Tocantins), onde foi homenageado, o grupo do Flamengo recebeu a visita da presidente Patrícia Amorim na atividade da tarde desta quarta-feira, no Ninho do Urubu.

Com a missão de demonstrar apoio ao time e principalmente a Luxemburgo, Patrícia chegou no fim da atividade e demonstrou bom humor, dando forte abraço no treinador, contestado pela série de oito jogos sem vitórias da equipe rubro-negra. A presidente e o técnico tiveram uma conversa reservada e a mandatária não falou diretamente com nenhum jogador. Ronaldinho Gaúcho, normalmente porta-voz do grupo, está com a seleção brasileira.

“Os questionamentos são normais e a responsabilidade é de todos. Jogadores e comissão técnica”, disse Junior Cesar, descartando qualquer possibilidade de haver má vontade com os métodos do comandante. “Não tem jogador aborrecido com o Luxemburgo por conta de concentração. É um cara superbacana. Ganhando domingo, tudo se normaliza”, disse o lateral, diante de muitos jornalistas.

Continua após a publicidade

O volante Airton treinou bem nesta quarta-feira e volta ao time depois de cinco rodadas. O jogador chega para reforçar um sistema defensivo que tem falhado constantemente nas últimas partidas.

Publicidade