Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pato continua no Milan por decisão de Berlusconi

Por Da Redação 15 jan 2012, 09h35

O dono do Milan, Silvio Berlusconi, decidiu que seu atacante brasileiro Alexandre Pato vai ficar no clube lombardo, e por isso rejeitou a oferta do Paris SG, explicou o ex-primeiro-ministro horas antes da partida contra o Inter de Milão.

“Decidi ficar com o Pato porque considero que se trata de um jogador com muito talento. A operação em geral não me agradava, nem do ponto de vista técnico, nem do econômico”, assinalou Berlusconi em um comunicado.

‘Il Cavaliere’ afirmou ainda que sua filha Barbara, namorada do jogador, não influenciou em sua decisão.

“É uma decisão que tomei com total autonomia. Estou convicto de que foi a melhor coisa que se podia fazer pelo Milan”, acrescentou.

O Milan e o Paris SG teriam chegado a um acordo durante a semana e a transação seria de 35 milhões de euros, mas a transferência foi bloqueada quando o clube italiano publicado um comunicado assegurando que Pato continuaria na equipe do técnico Massimiliano Allegri.

Na sexta, o técnico italiano Carlo Ancelotti, do PSG, afirmou que não havia mais chance para a contratação do atacante brasileiro.

“A porta já não está mais aberta para Pato, acabou. Não posso explicar, a decisão foi dele”, lamentou o treinador, que foi responsável por lançar o brasileiro no Milan em 2007.

Na quinta-feira, fontes ligadas ao clube parisiense e ao seu proprietário, o fundo de investimento catariano QSI, chegaram a afirmar tinham chegado a um acordo com o Milan pela transferência de Pato, mas poucas horas depois, o próprio jogador declarou num comunicado publicado no site do time ‘rossonero’ que preferia permanecer na Itália.

Continua após a publicidade
Publicidade