Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paris Saint-Germain confirma contratação de Thiago Silva

Por AE

Paris – Desde que foi comprado por um grupo de investimento catariano, em 2011, o Paris Saint-Germain tem como meta contratar os principais jogadores do mundo e montar uma equipe capaz de disputar títulos europeus. Neste sábado, o clube francês deu mais um passo nesta direção ao anunciar o acerto com o zagueiro brasileiro Thiago Silva, que assinou vínculo por cinco temporadas.

A negociação já durava alguns meses e teve muitas reviravoltas. Depois de quase acertar a compra do jogador, o PSG viu o Milan voltar atrás e confirmar sua permanência. Nos últimos dias, no entanto, as conversas foram retomadas e se intensificaram, até que, nesta semana, a imprensa europeia noticiou que o presidente do clube italiano, Silvio Berlusconi, havia confirmado a saída do jogador.

Os valores da transação não foram divulgados, mas especula-se que o PSG desembolsará algo entre 40 e 45 milhões de euros para tirar Thiago Silva do futebol italiano. O valor se aproxima da maior transferência da história envolvendo um zagueiro: em 2002 Rio Ferdinand deixou o Leeds e foi para o Manchester United pelo equivalente a 43,9 milhões de euros.

O zagueiro está com a seleção brasileira, que se prepara para os Jogos de Londres. Por isso, o PSG mandou representantes ao Brasil e neste sábado o jogador realizou exames com um médico do clube francês. Justamente por causa da Olimpíada, a apresentação do atleta deverá acontecer somente em agosto.

Thiago Silva se destacou com a camisa do Fluminense, onde atuou de 2006 a 2008, e chamou a atenção do Milan. No clube italiano manteve o alto nível e passou a ser considerado um dos melhores zagueiros do mundo, chamando a atenção de clubes como o próprio Paris Saint-Germain, além de Barcelona e Manchester City.

Agora o clube francês intensifica as atenções nas negociações pelo sueco Ibrahimovic, também do Milan. De acordo com a imprensa europeia, Berlusconi também anunciou a venda do atacante, mas até o momento o PSG não confirmou a transação.