Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paraná tropeça e perde em casa para o Sport

Por Da Redação 20 ago 2011, 18h24

O Sport Recife foi à capital paranaense e conseguiu um grande resultado ao bater o Paraná Clube por 2 a 1, em plena Vila Capanema, se reabilitando na Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os pernambucanos chegam aos 26 pontos, encostando no G-4. Já o Tricolor, que estacionou nos 28 pontos, vê sua posição no grupo dos quatro primeiros seriamente ameaçada.

Precisando mostrar serviço, o Leão abriu o placar aos 20 minutos, da primeira etapa, com Willians, que recebeu com liberdade e só teve o trabalho de empurrar para as redes. Na segunda etapa, aos 18 minutos, Éverton Garroni, de cabeça, deixou tudo igual. Aos 31 minutos, em uma azar da defesa paranista, Junior Viçosa cruzou, a bola desviou no caminho e entrou.

Na próxima rodada, o Paraná Clube encara o Bragantino, sábado, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Já o Sport Recife terá peça frete o Vila Nova, já na terça-feira, em partida marcada para a Ilha do Retiro, no Recife.O jogo – Observado de perto pelo técnico PC Gusmão e precisando de um bom resultado fora de casa para começar uma recuperação na competição, o Leão começou pressionando. Aos três minutos, Renato fez jogada individual, invadiu a área e bateu na rede pelo lado de fora. O Tricolor logo equilibrou as ações e respondeu com Everton Garroni que cabeceou para defesa de Magrão. Aos dez, Cris falho e Júnior Viçosa perdeu a chance de abrir o marcador.

O Tricolor tentava usar os contra-ataques. Aos 15 minutos, Serginho fez a jogada e foi derrubado. Na cobrança de falta, Wellington carimbou a barreira e ganhou escanteio. Um lance bonito para o time da casa, aos 17, com Giancarlo pegando de primeira cruzamento de Serginho, por cima da meta. O Sport, no entanto, era mais perigoso. Até que, aos 20 minutos, Willians recebeu na cara do gol e só teve o trabalho de tocar na saída de Zé Carlos para balançar as redes. Depois do intervalo, a primeira oportunidade criada foi do Sport, em cobrança de falta de Renato, que passou à direita da meta. Júnior Viçosa desperdiçou uma chance clara, aos seis minutos, ao entrar na área e, em vez de chutar, tenta cruzar. A defesa do Paraná não se entendia em campo. Em uma rara chegada, em bola parada, Lima arriscou direto para o gol e quase surpreendeu Magrão.

O Tricolor subiu de produção, mas ainda errava demais. Aos 14 minutos, o goleiro Zé Carlos cobrou falta na entrada da área e acertou a barreira. A pressão paranista deu resultado aos 18 minutos. Depois da cobrança de escanteio, Éverton Garroni subiu para desviar de cabeça para o fundo das redes. A virada quase veio em cobrança de falta de Wellington, aos 22 minutos, mas Margrão salvou.

As modificações feitas por Roberto Fonseca deram efeito e a equipe da casa passou a dominar as ações. Aos 28 minutos, Hernane mandou o petardo e acertou a trave. Porém, o balde de água fria veio aos 31. Junior Viçosa fez o cruzamento, a bola desviou na defesa e entrou. Aos 40 minutos, Danielzinho fez fila e bateu em cima de Zé Carlos. Jefferson Maranhão ainda tentou, aos 43, com um chute nas mãos de Magrão.

Continua após a publicidade
Publicidade