Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paraná Clube vence o Boa Esporte e se aproxima do G-4

O Paraná Clube fez a lição de casa e bateu o Boa Esporte por 2 a 0, na Vila Capanema, conseguindo um resultado importante na Série B do Campeonato Brasileiro. Com 15 pontos ganhos, o time da casa se aproximou ainda mais do G-4 e consolidou a arrancada na competição.

Melhor na partida desde o apito inicial, o Tricolor abriu o placar aos 27 minutos, com Alex Alves, que aproveitou cobrança de escanteio de Wellington para balançar as redes. Depois do intervalo, aos 12 minutos, Arthur apareceu de peixinho para aproveitar cruzamento e fechar a contagem.

Na próxima rodada, o Paraná Clube volta a campo a terça-feira, para encarar o Vitória, no Estádio Barradão, em Salvador. Já o Boa Esporte vai a Santa Catarina, onde no mesmo dia enfrenta o Criciúma, no Estádio Heriberto Hulse.

O jogo – Com o gramado encharcado e a chuva castigando a capital paranaense, o jogo começou truncado no meio campo, com algumas trombadas. Aos cinco minutos, Luís Felipe pegou sobra de bola e arrematou forte demais, por cima da meta. O jogo melhorou, com duas chegadas perigosas, aos 10 minutos. Primeiro com Vander, pelo Boa, testando firme para fora. O Tricolor respondeu com Lúcio Flávio, que chutou para defesa de Zé Carlos.

O Paraná subiu de produção e tentava pressionar. Aos 17 minutos, Lúcio Flávio fez o levantamento e Anderson desviou de leve, para fora. Arthur também tentou desvio de cabeça, aos 23 minutos, parando nas mãos do goleiro. Os mineiros faziam muitas faltas, dando a oportunidade para o time da casa se aproximar da área. Até que, aos 27 minutos, após cobrança de escanteio, Alex Alves apareceu para desviar para o fundo das redes.

O gol animou ainda mais o Tricolor, que chegou com perigo novamente aos 31 minutos, com Arthur, que cruzou e quase surpreendeu o goleiro. Aos 37 minutos, bom cruzamento de Luís Felipe e Luís Carlos deixou a meta para fazer a intervenção. O ritmo da partida caiu bastante. Aos 43 minutos, Luís55 Felipe chutou de fora da área, pela linha de fundo.

Na segunda etapa, o Boa voltou com Petros no lugar de Luís Felipe. Aos seis minutos, Marcelo Macedo apareceu com liberdade na frente e o árbitro anotou o impedimento, parando o lance. Aos 11 minutos, Wellington chutou rasteiro e Zé Carlos foi buscar. Mas, um minuto depois, Luisinho cruzou com perfeição e Arthur, de Peixinho, empurrou para o gol.

Com dois gols de vantagem, o Paraná passou a administrar, embora continuasse pressionado. Aos 18 minutos, Luisinho invadiu a área e bateu forte, pela linha de fundo. Levou perigo. O Boa chegou apenas aos 29 minutos, em chute cruzada de Obina que Luís Carlos acompanhou com atenção, e aos 35 minutos, em chute de longa distância de Francismar. Se poder de reação, os visitantes apenas esperavam o apito final.