Clique e assine a partir de 8,90/mês

Parado em blitz, atacante Adriano tem carro apreendido

Mercedes do atacante estava sem placa quando foi parado numa operação da Lei Seca. Ele usou as redes sociais para reclamar

Por Da Redação - 26 fev 2015, 10h23

Adriano segue bem longe dos campos, mas não das confusões. Na noite desta quarta-feira, o atacante teve seu carro apreendido após ser parado em uma blitz da Lei Seca na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele circulava com seu Mercedes quando foi parado numa operação e, como o veículo estava sem a placa dianteira, ele teve que ficar a pé.

Leia também:

Adriano tenta de novo: agora pode ir para o Guaratinguetá

Adriano pensa em jogar Série B da Itália: “Por que não?”

Justiça rejeita denúncia do MP contra jogador Adriano

Agentes questionaram o motivo de o veículo estar sem a placa. Ele alegou que ela tinha sido roubada recentemente. A justificativa, contudo, não impediu que seu carro fosse rebocado, a contragosto do jogador. “Roubaram a placa do meu carro, fui parado na Lei Seca, o Detran levou meu carro. Tá de sacanagem”, reclamou Adriano em sua conta no Instagram.

Depois, o ex-jogador da seleção brasileira fez questão de mostrar a placa traseira e mandou novo desabafo. “Pra depois as pessoas não falarem que eu estava errado… Arrancaram a placa da frente do meu carro. E levaram o meu carro. Estou falando que isso é errado!”, criticou o atleta. Adriano vem colecionando problemas com a Justiça nos últimos anos: além de ter sido flagrado em outra operação da Lei Seca, foi acusado de ter atirado acidentalmente em uma mulher dentro de seu carro em dezembro de 2011. Na ocasião, o atleta chegou a um acordo e pagou 110.000 reais à mulher em reparação a danos físicos e morais.

O jogador de 33 anos está sem time desde que saiu do Atlético Paranaense, em abril de 2014. Ele esteve perto de acertar seu retorno aos gramados no início deste ano, mas a negociação com o Le Havre, da segunda divisão do futebol francês, não teve sequência e o clube desistiu do acerto. Adriano também estaria negociando com o Guaratinguetá, clube da série A2 do Campeonato Paulista e a terceira divisão do Campeonato Brasileiro.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade