Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Para seleção, virada contra o México foi uma prova de fogo

Mano Menezes diz que superar adversidades coloca a equipe em outro patamar

Por Da Redação 12 out 2011, 08h13

“Nós merecemos essa vitória. Agora temos de levar esse espírito para todas as partidas”, disse Marcelo, autor do gol decisivo

Foi apenas um amistoso contra o México. Mas as dificuldades superadas pela seleção brasileira na vitória por 2 a 1, de virada, na noite de terça-feira, em Torreón, empolgaram a equipe. Para o Mano Menezes, o Brasil cumpriu uma fase importante de seu processo de amadurecimento – afinal, conseguiu reverter um resultado desfavorável mesmo jogando com um a menos e enfrentando a pressão da torcida mexicana. A seleção saiu atrás do marcador, perdeu o lateral Daniel Alves, que foi expulso, e viu o goleiro Jefferson defender um pênalti. Tudo isso ocorreu no primeiro tempo. Ainda assim, o time teve raça na etapa final para vencer o jogo.

“Esse jogo serviu para mudar a seleção de patamar”, disse Mano. “Ainda não chegamos onde achamos necessário, mas são passos como esses que precisamos dar para aumentar a confiança”, explicou o treinador. O resultado desta terça-feira prolonga a série positiva da seleção. Depois da derrota para a Alemanha, o time derrotou Gana, empatou um jogo contra a Argentina, ganhou outro em casa e conseguiu duas vitórias nas partidas contra Costa Rica e México. O futebol não foi de encher os olhos. Mas o técnico se empolgou. “Os jogadores ficaram mais fortes. Tivemos componentes importantes de uma equipe vencedora”, avaliou Mano.

Sabor especial – Um dos destaques da seleção no jogo contra o México, o lateral esquerdo Marcelo afirmou que o maior mérito do time na virada de quarta foi a união. “Nós merecemos essa vitória. Agora temos de levar esse espírito para todas as partidas”, disse Marcelo, em entrevista à TV Globo. Autor do gol da vitória, ele acredita ter convencido o técnico de que é uma peça importante para o time – ele chegou a ter um atrito com o treinador numa polêmica dispensa da equipe no ano passado. “Estou muito feliz por ajudar a Seleção”, comemorou. “O importante é que em nenhum momento paramos ou desistimos. Corremos pela vitória.”

Autor do outro gol brasileiro na partida, Ronaldinho Gaúcho também ficou animado com o desempenho do time. “Essa vitória tem um sabor especial”, afirmou o ídolo do Flamengo, na saída do gramado. Ronaldinho quebrou um jejum de quatro anos sem balançar as redes pela seleção. Ele marcou o gol de empate do Brasil em uma cobrança de falta. Com um chute forte e preciso, acertou o ângulo do goleiro Sánchez. “Hoje esse gol chegou. Treinei muito, as cobranças estavam quase entrando. Espero continuar com esse ritmo.” Ronaldinho também comemorou a superação das dificuldades no jogo. “Foi duro. E o resultado foi importante.”

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade