Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para são-paulinos, equipe ‘caiu na provocação’ do Corinthians

Os jogadores do São Paulo deixaram o gramado do Pacaembu lamentando o fato de ter caído na provocação do rival Corinthians, no clássico que terminou com a vitória alvinegra, por 1 a 0. Segundo Lucas e Leão, o Tricolor sabia da arma do atual campeão brasileiro e, ainda assim, não conseguiu se controlar.

‘Infelizmente caímos na provocação deles. É o que eles sabem fazer, e tem que fazer mesmo. Nós que não podemos perder a cabeça, dar pancada e ser expulso’, explicou o meia Lucas, na saída de gramado neste domingo.

‘Faltou um pouquinho mais de tranqüilidade para ele [João Felipe]. O Jorge Henrique tem esse dom, esse talento de chamar falta, de provocar o adversário. Infelizmente caímos nessa provocação’, completou o camisa 7.

Caçado desde o início de partida, Jorge Henrique fez com que dois jogadores são-paulinos recebessem cartões amarelos com menos de dez minutos de partida: Wellington e Cícero. No segundo tempo, o camisa 23 do Timão, que cobrou o escanteio para o gol de Danilo, fez uma jogada de efeito na lateral do campo e, ao fazer o passe, sofreu a entrada do lateral improvisado.

‘O que o Jorge Henrique fez, ele está acostumado a fazer. Ele tem a intenção de provocar para levar vantagem, é um direito dele. Se ninguém conhecesse e não tivesse sido falado disso antes, tudo bem. Mas discutimos sobre, para que ninguém se importasse e jogasse futebol. Não foi erro dele, o erro foi de quem fez nele’, discursou o treinador Leão.

Com a derrota, o São Paulo perdeu a oportunidade de retomar a liderança do Campeonato Paulista. Estacionado nos 14 pontos, o time do Morumbi está na quarta colocação do Estadual, atrás de Palmeiras e Corinthians – que dividem a ponta – e o surpreendente Guarani. A possibilidade de reação para o Tricolor acontecerá na próxima quinta-feira, diante do Paulista, em casa.