Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para o COI, Rússia já está pronta para Jogos de Inverno

Orçamento das obras para o evento foi de R$ 113 bilhões, o maior da história

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quinta-feira que a Rússia está pronta para organizar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Sochi. O diretor do COI, o francês Jean-Claude Killy, disse que nem sequer os protestos internacionais contra a lei russa que combate as manifestações em favor dos gays preocupam. “O COI não tem o direito de discutir as leis do país anfitrião dos jogos. Por isso, a menos que eles violem a carta olímpica, estamos plenamente satisfeitos.”

Leia também:

Leia também: COI inicia última visita a Sochi antes dos Jogos de Inverno

As autoridades russas insistem que a lei se destina a proteger as crianças e não viola os direitos dos homossexuais. “Nos termos desta lei, se as pessoas de orientação sexual tradicional difundem propaganda sobre sexo não tradicional para crianças, eles também serão responsabilizados. Por isso, não se pode falar em discriminação”, afirmou o vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Kozak, encarregado dos preparativos para a Olimpíada. Além da lei, promulgada em junho, o presidente Vladimir Putin também assinou um decreto adicional proibindo qualquer manifestação em Sochi ao redor das instalações olímpicas no período do evento.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O diretor Jean-Claude Killy disse que a comissão ficou satisfeita com o progresso das obras para os Jogos Olímpicos, com um custo total de 51 bilhões de dólares (113,6 milhões de reais). Esse é o projeto mais caro da história das Olimpíadas. O ministro Kozak afirmou que 7 bilhões de dólares (15,5 bilhões de reais) foram investidos em instalações olímpicas. O resto do valor foi destinado ao desenvolvimento da cidade e da região onde ela está localizada.

(Com Estadão Conteúdo)