Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para ‘não pular etapa’, Fabrício fica fora também do jogo de domingo

Ainda não será neste domingo que Fabrício será relacionado. O volante completou sua segunda semana seguida de treinos com o elenco, mas Emerson Leão mantém a cautela em relação ao jogador que já tratou de três contusões diferentes em menos de seis meses no São Paulo. Por isso, o deixa fora contra o Santos.

‘O Fabrício está hoje inferior a quando retornou para atuar no último jogo, quando saiu com 14 minutos. Depois, pode estar superior, mas para este domingo não será relacionado’, informou o treinador, assegurando que o meio-campista continuará trabalhando com o grupo, inclusive participando do coletivo programado para este sábado.

Fabrício não atua desde 7 de abril, quando saiu de campo aos 14 minutos da vitória sobre o Mogi Mirim. Seis dias antes, havia jogado todo o primeiro tempo da virada sobre o Ituano e, em sua estreia, foi substituído aos 22 minutos de empate com o Bragantino. Apenas 81 minutos em campo com a camisa tricolor devido a uma lesão no tornozelo esquerdo sofrida ainda no ano passado e duas contusões diferentes na panturrilha direita.

‘Ele já foi a campo e nas duas vezes que retornou ficou cada vez mais tempo fora. Como o Fabrício gosta de falar, é necessário ter calma para não se pular etapas’, contou Leão. ‘O Fabrício vem de uma recuperação de muito tempo, temos muita preocupação porque a responsabilidade aumenta a cada dia. Não temos que passar por cima. Ele está evoluindo e não podemos acelerá-lo.’

O técnico pede que ninguém se empolgue com o desempenho de Fabrício nos treinos. ‘Quando veem o jogador se recuperando dentro de campo, o escalam para jogar igual fizeram com o Rogério. A minha preocupação é tirar o entusiasmo’, afirmou, lembrando da luta de Rogério Ceni para ter condições de voltar a jogar no início de julho.