Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Luxemburgo, provocações vão motivar Ronaldinho

Por AE

Rio – Sem esconder a preocupação com as prometidas manifestações contra Ronaldinho, Vanderlei Luxemburgo avalia que as provocações vão dar motivação extra ao meia na partida deste domingo, contra o Grêmio, no Olímpico. Indignado com a decisão do jogador de acertar com o Flamengo, em detrimento ao time gaúcho, a torcida local planeja hostilizar o atleta com faixas com as inscrições “Pilantra” e “Sem caráter”.

“Eu digo sempre que o melhor é colocar o algodão no ouvido. Mas na verdade isso só dá motivação. Imagina jogar lá com todo mundo querendo que você se complique e você faz todo mundo ir para casa triste. É muito gostoso. O Ronaldo é experiente”, ponderou o treinador, que se mostrou preocupado com eventuais ameaças extra-campo.

“Vai ter pressão fora do campo. O Ronaldo começou a carreira lá e não voltou porque preferiu o Flamengo. O pessoal ficou chateado. Mas é preciso responsabilidade. Essa coisa tem que ter limite. Não pode haver violência”, alertou.

As manifestações da torcida, porém, devem ser minimizadas por conta da decisão da polícia militar do Rio Grande do Sul, que anunciou na sexta que irá proibir a entrada de torcedores com faixas contra o ex-gremista. O protesto tem sido combinado pela internet e ganhou força durante toda a semana.

Por essa razão, o Flamengo fez reuniões com a polícia, em Porto Alegre, e também o Grêmio para garantir a segurança de Ronaldinho. A proteção será reforçada nos deslocamentos da delegação rubro-negra na capital gaúcha e também no campo. Será o primeiro jogo do meia, em Porto Alegre, contra a equipe que o revelou para o futebol. A torcida gremista não aceita a escolha de Gaúcho, no início do ano, que optou pelo Flamengo ao invés do Grêmio.