Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para ‘bíblia’ do esporte, Brasil terá a sua melhor Olimpíada

Contrastando com projeção modesta do COB, 'Sports Illustrated' aposta em 23 medalhas para o país em Londres. 'Wall Street Journal' acredita num total de 20

Éverton Lopes, do boxe, e Sarah Menezes, do judô, seriam algumas das boas surpresas brasileiras no topo do pódio

Nos dias que antecedem a Olimpíada, o Brasil é pouco comentado nas projeções de resultados da imprensa britânica, mais atenta aos seus heróis do ciclismo e a nomes de impacto nos Jogos, como Usain Bolt e Michael Phelps. O próprio Comitê Olímpico Brasileiro evita divulgar números muito ambiciosos – ao comentar o assunto, o comando da delegação em Londres segue mantendo sua expectativa oficial, divulgada meses atrás: 15 medalhas no total, o mesmo número que em Pequim, mas com um número maior de atletas finalistas nesta Olimpíada. Mas na visão dos especialistas americanos – os mais minuciosos na hora de calcular as projeções de medalhas -, o COB pode estar escondendo o jogo, apostando, talvez, na hipótese de surpreender a todos e conquistar uma belíssima colheita de medalhas, pelo menos para os padrões brasileiros. Conforme a projeção mais aguardada, da revista Sports Illustrated, “bíblia” do esporte americano, o Brasil realizará em Londres sua melhor Olimpíada, com um total de 23 medalhas, sete a mais que a expectativa divulgada publicamente pelo comitê brasileiro.

Leia também:

Leia também: Brasil ganha peso em Londres – mas, até agora, só fora da competição

O Brasil em Londres-2012: a projeção da revista ‘Sports Illustrated’

8 OUROS César Cielo (natação, 50 metros nado livre), Robert Scheidt e Bruno Prada (vela, classe Star), Diego Hypólito (ginástica, solo), Éverton Lopes (boxe, 64kg), futebol masculino, Sarah Menezes (judô, 48 kg), Juliana e Larissa (vôlei de praia) e vôlei feminino 5 PRATAS Leandro Guilheiro (judô, 81 kg), Felipe Silva (natação, 100 metros nado peito), Fabiana Murer (atletismo, salto com vara), vôlei masculino, Alison e Emanuel (vôlei de praia) 10 BRONZES Robson Conceição (boxe, 60 kg), Myke Carvalho (boxe, 69 kg), Leandro Cunha (judô, 66 kg), Rafael Silva (judô, acima dos 100 kg), Erika Miranda (judô, 52 kg), Rafaela Silva (judô, 57 kg), Mayra Aguiar (judô, 78 kg), futebol feminino, César Cielo (natação, 100 metros nado livre) e Natália Falavigna (taekwondo, acima de 67 kg)

A atleta Ana Marcela Cunha aparece como candidata ao bronze na projeção, mas ela não se classificou para a prova de maratona aquática – e, portanto, está excluída da conta do cálculo