Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pan-2015: gramado faz Brasil desistir do futebol masculino

CBF e COB temiam que a grama sintética utilizada em Guadalajara colocasse a saúde dos atletas em risco. Equipe feminina também pode ficar de fora

Por Da Redação 18 dez 2014, 10h05

A seleção basileira de futebol masculino não irá participar dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, no Canadá. O superintendente executivo do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Marcus Vinicius Freire, informou que o acordo pela não participação da equipe foi selado recentemente entre o COB e a CBF, com o aval do técnico Dunga e dos coordenadores Alexandre Gallo e Gilmar Rinaldi. A decisão se deve ao fato de o campeonato ser realizado em gramado sintético e visa proteger a integridade física dos jogadores. A prioridade da CBF é a disputa do inédito ouro olímpico, nos Jogos do Rio-2016.

Leia também:

Brasil encerra ano traumático em 6º no ranking da Fifa

Parreira se arrepende de ter lido a ‘carta da Dona Lúcia’

CBF confirma Brasil x França em março

A comissão técnica da CBF teme que a grama sintética possa causar graves lesões nos atletas. “O futebol masculino decidiu que não joga em grama sintética e a comissão técnica decidiu não levar time nenhum; nem primeiro, nem segundo nem terceiro time”, disse Marcus Vinicius nesta quarta-feira. O superintendente executivo do COB ainda disse que a CBF não definiu se o futebol feminino estará entre as seleções participantes dos Jogos Pan-Americanos de 2015. “Tem Mundial em Toronto antes do Pan. Eles vão tomar a decisão até março do ano que vem”, revelou o superintendente.

No último Pan, em Guadalajara, no México, em 2011, o Brasil levou uma seleção formada por jogadores sub-20 – os mais conhecidos eram o zagueiro Bruno Uvini e os atacantes Henrique e Leandro – e foi eliminado ainda na primeira fase da competição. A equipe era dirigida pelo técnico Ney Franco. O Brasil não vence o futebol masculino no Pan-Americano desde 1987 em Indianapolis. Em 2007, em pleno Rio de Janeiro, o time não passou da primeira fase ao perder para o Equador.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade