Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pan-2015: goleiro do polo aquático é acusado de abuso sexual

Thye Bezerra Mattos teria cometido o crime na casa de uma jovem de 22 anos. Ele já deixou o Canadá

Thye Bezerra Mattos, goleiro reserva da seleção brasileira de polo aquático que disputou os Jogos Pan-Americanos de Toronto, foi acusado de abuso sexual contra uma jovem canadense de 22 anos. Na tarde desta sexta-feira, a inspetora-chefe da polícia de Toronto, Joanna Beaven-Desjardins, revelou que o assédio foi cometido na casa da vítima, que teve sua identidade preservada, na manhã do último dia 16. A polícia canadense emitiu uma ordem de prisão contra Thye, que já deixou o Canadá.

Segundo Joanna, o ato ocorreu com a vítima dormindo. O atleta carioca de 27 anos teria entrado na casa da jovem junto com um amigo, que não está sendo investigado. A polícia canadense informou que o atleta já deixou o Canadá e que irá discutir o andamento do processo com o governo brasileiro. Perguntada por jornalistas se o brasileiro teria cometido um estupro, a inspetora respondeu que no Canadá este tipo de crime é tratado apenas como abuso sexual (sexual assault, em inglês), termo que pode ir de carícias contra a vontade da vítima até tortura e estupro.

A seleção masculina de polo aquático conquistou a medalha de prata nos Jogos de Toronto, ao perder a final para os Estados Unidos, no dia 15 – um dia antes da data em que teria acontecido o assédio. Thye e o restante da equipe estão em Kazan, na Rússia, onde o Mundial de Esportes Aquáticos começa a ser disputado nesta sexta-feira.

(da redação)