Clique e assine com até 92% de desconto

Palmeirenses e corintianos brigam na Marginal do Tietê

Torcedores do Corinthians atacaram ônibus palmeirense com pedras

Por Solange Spigliatti 5 fev 2012, 14h19

Torcedores do Corinthians e do Palmeiras entraram em confronto na madrugada deste domingo, na Marginal do Tietê, perto da Ponte dos Remédios, na zona norte de São Paulo. Doze pessoas foram levadas à delegacia e uma foi presa em flagrante.

Os dois grupos de torcedores se enfrentaram por volta das 4h45, quando um ônibus foi atacado. O veículo era um dos quatro ônibus que levava integrantes de uma torcida organizada do Palmeiras para Presidente Prudente, no interior de São Paulo, onde o time enfrenta o Santos neste domingo.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 33º Distrito Policial, os ônibus seguiam escoltados pela Polícia Militar para o interior do Estado, quando, ao passarem em frente à sede de uma torcida organizada do Corinthians, o último veículo foi atingido por pedradas. De acordo com o boletim, quatro integrantes da torcida corintiana atiraram pedras no veículo. Neste momento, os torcedores palmeirenses obrigaram o motorista a parar o ônibus.

Os policiais militares bloquearam a porta do veículo, tentando impedir a saída dos palmeirenses, que pularam pela janela, dando início ao tumulto. Um dos torcedores do Palmeiras, Neilo Ferreira e Silva, de 27 anos, acabou danificando uma das motos da PM, segundo a polícia.

Ferreira e Silva foi levado para a delegacia com outros 12 torcedores. Ele foi preso em flagrante por danificar a motocicleta e teve que pagar uma fiança de um salário mínimo. Ele vai responder por dano ao patrimônio público e os demais responderão por terem desobedecido ao Estatuto do Torcedor.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade