Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palmeiras vira contra Horizonte e se classifica para oitavas

O Palmeiras conseguiu se classificar direto para a próxima fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, o Verdão levou um susto, mas conseguiu a vitória de virada por 3 a 1 sobre o Horizonte, no estádio Horácio Domingos Sousa, no Ceará.

Com obteve o triunfo por dois gols de diferença, o time do técnico Luiz Felipe Scolari eliminou o segundo jogo, que seria realizado na capital paulista. O time cearense, então, se despediu da Copa do Brasil. Nas oitavas de final, o Palmeiras enfrentará o vencedor do confronto entre Paraná e Ceará, que iniciam o duelo na próxima semana.

O Horizonte abriu o placar no início do jogo. Em lance com posição duvidosa do ataque cearense, Leandro Amaro afastou errado e viu a bola chegar de presente para Mateus, que mandou para as redes.

Porém, Leandro Amaro se redimiu e marcou duas vezes de cabeça. Felipão iniciou o jogo com cinco atletas de meio-campo: Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor, Wesley e Daniel Carvalho. Desta forma, Maikon Leite só entrou no segundo tempo e marcou o terceiro, que garantiu a vaga.

O próximo jogo do Verdão será pelo Campeonato Paulista, no domingo, quando enfrentará o Guarani, no estádio Brinco de Ouro de Princesa. Já o Horizonte tem compromisso no sábado, contra o Itapipoca, pelo Cearense.

O jogo:O Palmeiras se lançou ao ataque logo no início do confronto e desperdiçou boa chance aos nove minutos. Juninho fez o cruzamento da esquerda e Daniel Carvalho apareceu com liberdade na entrada da pequena área, mas cabeceou para fora.

Apesar de ter mantido a bola no sistema ofensivo, o Verdão sofreu gol em bobeira defensiva. Depois de cruzamento para a área, com posição duvidosa do ataque do Horizonte, Leandro Amaro afastou errado, e Mateus pegou a sobra para chutar no canto, fora do alcance do goleiro Deola.

Assim que sofreu o gol, o time paulista voltou ao ataque, e Marcos Assunção recebeu pela direita da área, mas arrematou na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, o árbitro assinalou falta fora da área sobre Wesley, que pedia pênalti. Assunção fez a cobrança raspando o travessão.

A pressão do Palmeiras continuou e, aos 22, João Vitor passou por três marcadores, arrematando com força e exigindo defesa do goleiro Jefferson. O Horizonte ainda tentou equilibrar as jogadas no meio-campo, mas levou a resposta. Cicinho avançou pelo meio e tocou para Daniel Carvalho, que devolveu de calcanhar para o lateral direito, mas o chute do camisa 2 passou raspando a trave.

De tanto insistir, o clube visitante chegou ao empate, aos 33 minutos. Marcos Assunção cobrou escanteio e Leandro Amaro subiu mais que a marcação para desviar de cabeça para as redes. Depois de obter a igualdade, o Verdão diminuiu um pouco o ritmo e desperdiçou duas cobranças de falta de seu capitão, até o apito para o intervalo.

Para o segundo tempo, o técnico Roberto Carlos colocou Da Silva e Vanderlei nas vagas de Rafael Tchuca e Elanardo. O Horizonte voltou melhor à etapa final e, ao perceber que Barcos estava isolado, Felipão tirou Wesley para a entrada de Maikon Leite.

Porém, o argentino não teve muito tempo para aproveitar um parceiro no ataque, já que o treinador tirou Barcos para colocar Ricardo Bueno, aos 14. Depois das mudanças, o Palmeiras melhorou e virou o placar.

Aos 22, Marcos Assunção cobrou falta para a área e Leandro Amaro cabeceou. A bola ainda desviou na defesa antes de entrar no gol. Apenas quatro minutos depois, Maikon Leite avançou pela esquerda em diagonal e tocou para Ricardo Bueno, que devolveu no meio para o camisa 7 chutar para as redes.

O Horizonte precisou se lançar ao ataque, com a entrada de Jean na vaga do lateral direito João Paulo. Perto do fim do jogo, o time da casa quase diminuiu. André Cassaco recebeu pela esquerda da área e chutou rasteiro. A bola passou por entre as pernas de Deola, mas foi para fora.

Já nos acréscimos, depois de ter entrado no lugar de Daniel Carvalho, Pedro Carmona acertou a trave.