Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palmeiras ganha do Paraná em Curitiba e ameniza crise

Por AE

Curitiba – O Palmeiras ganhou do Paraná por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, e amenizou a crise causada pela eliminação nas quartas de final do Paulistão. Com a importante vitória, debaixo de muita chuva, os palmeirenses ficaram em boa vantagem no duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, podendo até mesmo perder por 1 a 0 no jogo de volta, no dia 9 de maio, na Arena Barueri, para poder avançar.

Depois das falhas cometidas na derrota para o Guarani, no último domingo, pelas quartas de final do Paulistão, o goleiro Deola foi barrado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Assim, Bruno ganhou uma chance como titular do gol do Palmeiras. Além disso, o recém-contratado meia-atacante Mazinho, que ainda nem foi apresentado oficialmente, já estreou com a camisa palmeirense, aproveitando as ausências de Luan, suspenso, e Maikon Leite, contundido.

Sob o comando do pentacampeão mundial Ricardinho, começando a trabalhar como técnico, o Paraná assustou o goleiro Bruno aos seis minutos, com o chute de longe de Alex Alves. Mas o Palmeiras logo tomou conta do jogo, passando a ter maior posse de bola. Assim, o estreante Mazinho quase abriu o placar com uma boa jogada aos 20. O gol palmeirense veio na sequência: aos 21, Marcos Assunção bateu falta com a categoria de sempre e fez 1 a 0.

O Paraná tentou reagir aos 21 minutos, quando Bruno defendeu o chute de Luisinho e a bola ainda bateu na trave antes de sair. Com dores, em razão de pancadas sofridas no jogo contra o Guarani, Marcos Assunção pediu para sair aos 37, sendo substituído por Patrik no Palmeiras. Logo depois, o time paranaense chegou ao empate. Aos 38, Luisinho aproveitou o rebote do goleiro, após uma grande defesa no chute de Wendell, e deixou tudo igual no placar.

No segundo tempo, o Palmeiras manteve o controle do jogo, com maior posse de bola, mas continuou com dificuldades para criar jogadas de ataque. Do outro lado, o Paraná teve uma boa chance para virar o placar aos 18 minutos, quando Douglas Packer cobrou falta com categoria e acertou o travessão de Bruno. A resposta palmeirense veio aos 21, na ótima jogada de Mazinho que Barcos não conseguiu aproveitar, parando no goleiro Thiago Rodrigues.

O Palmeiras conseguiu o segundo gol aos 38 minutos, quando Patrik sofreu pênalti. Como Barcos já tinha sido substituído por Fernandão e Marcos Assunção deixou o campo contundido, o zagueiro Henrique fez a cobrança e chutou forte para marcar. Depois disso, Patrik ainda cabeceou a bola no travessão do Paraná, mas a vitória palmeirense foi mesmo de 2 a 1. Agora, Felipão ganha um pouco de tranquilidade para trabalhar e tentar avançar na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 1 X 2 PALMEIRAS

PARANÁ – Thiago Rodrigues; Paulo Henrique (Lisa), André Vinícius, Alex Bruno (Henrique Alemão) e Henrique; Alex Alves, Douglas Packer, Wendell (Fernandinho) e Luisinho; Elias e Nilson. Técnico: Ricardinho.

PALMEIRAS – Bruno; Cicinho (Román), Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção (Patrik), João Vitor e Valdivia; Mazinho e Barcos (Fernandão). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOLS – Marcos Assunção, aos 21, e Luisinho, aos 38 minutos do primeiro tempo; Henrique (pênalti), aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Fabrício Neves Correa (RS).

CARTÃO AMARELO – Cicinho, Valdivia, Henrique Alemão e André Vinícius.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Durival de Britto, em Curitiba.