Clique e assine com até 92% de desconto

Palmeiras empata com o Grêmio e desperdiça chance de se aproximar da ponta

Por Da Redação 6 ago 2011, 20h30

O Palmeiras não aproveitou a oportunidade de atuar em casa neste sábado. Mesmo com o bom retrospecto que carrega no Canindé, o Verdão ficou apenas no empate por 0 a 0 com o Grêmio, que estreou o técnico Celso Roth nesta rodada do Campeonato Brasileiro.

Em jogo com muita marcação, as defesas levaram vantagem. Assim, o Verdão deu adeus ao retrospecto de 100% no Canindé (havia vencido Atlético-PR, Avaí, Atlético-GO e Atlético-MG na competição) e ficou com 27 pontos, permitindo que os concorrentes diretos disparem no complemento da rodada. O Grêmio, por sua vez, tem 15 pontos, perto da zona de rebaixamento.

O time de Luiz Felipe Scolari terá agora dois compromissos contra o Vasco, em São Januário. O primeiro deles será na noite de quinta-feira, pela estreia da Copa Sul-americana. Depois, no domingo, as equipes voltam a se enfrentar, mas pelo Campeonato Brasileiro.

Já a equipe de Celso Roth volta a campo na noite do dia 14, domingo, contra o Fluminense, no estádio Olímpico.

O jogo: Felipão armou o Palmeiras em uma estratégia para tentar sufocar o Grêmio no setor defensivo, com a participação até de Valdivia ajudando na marcação da saída de bola dos visitantes. Enquanto isso, em sua estreia no comando gremista, Celso Roth posicionou o time para responder em contragolpes.

A estratégia fez com que o Verdão ficasse por mais tempo com a bola nos pés no ataque, mas encontrou dificuldades para finalizar com perigo. Com isso, a equipe mandante recorreu a uma cobrança de falta de Marcos Assunção para ameaçar, mas a batida desviou na barreira e saiu pela linha de fundo.

Já o Grêmio devolveu em jogada de perigo. Depois de cobrança de escanteio, André Lima desviou e Rafael Marques chegou livre na segunda trave, mas não conseguiu empurrar para as redes. O Palmeiras continuou esbarrando na forte marcação dos visitantes.

Continua após a publicidade

Como todas as tentativas de troca de passes eram interrompidas na área pela atenta zaga gremista, Maikon Leite decidiu arriscar e, ao se livrar da marcação na intermediária, soltou um foguete, que passou perto do travessão de Victor.

Maikon Leite, porém, voltou a ter problemas no primeiro tempo para ganhar jogadas individuais, enquanto Kleber foi bem marcado pelos gaúchos. Desta forma, o Verdão só teve mais uma chance antes do intervalo, em nova falta de Marcos Assunção, que foi desviada pela barreira.

O Grêmio, por sua vez, criou a melhor oportunidade da etapa no último lance. Fábio Rochemback cobrou falta da meia-esquerda e viu Marcos se esticar para fazer boa defesa. Na saída do gramado, o camisa 12 palmeirense foi bastante saudado pelos torcedores, como forma de agradecimento pelo lance.

A equipe gaúcha voltou para o segundo tempo com uma postura diferente, adiantando a marcação e tomando mais iniciativa na frente, mas logo levou um susto. Apesar de ter demorado alguns minutos para assimilar a nova estratégia gremista, o Verdão assustou o oponente, quando Valdivia dominou na área e chutou no canto, exigindo boa defesa de Victor.

O jogo ficou mais equilibrado no segundo tempo, e André Lima aproveitou bola espirrada pela zaga palmeirense para chutar perto do travessão de Marcos. Do outro lado, Patrik arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de Victor. Com bastante vontade dos dois lados, o jogo continuou sem qualidade técnica.

Felipão, então, tirou Maikon Leite para a entrada de Dinei. E o Palmeiras partiu para cima do adversário. Patrik cruzou da esquerda, Kleber desviou e Dinei chutou forte, mas Rafael Marques salvou o time visitante.

Celso Roth fez duas alterações para tentar mudar o panorama da partida. Escudero e Marquinhos assumiram as vagas de Lúcio e Douglas. E o Grêmio quase mexeu no placar. Leandro sai de frente para Marcos, que fez boa defesa em conclusão do gremista. Os palmeirenses ainda foram no desespero ao ataque, mas sem chances de balançar as redes.

Continua após a publicidade
Publicidade