Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Palmeiras empata com Atlético-PR na estreia de Dorival

Jogando em casa, Internacional decepciona e leva virada do Figueirense

Por Da Redação - 7 set 2014, 20h55

Atlético-PR e Palmeiras empataram em 1 a 1 na noite deste domingo, no fechamento do primeiro turno do Brasileirão. Mesmo jogando na Arena da Baixada, em Curitiba, o clube paulista criou boas oportunidades, mas não conseguiu vencer na estreia do técnico Dorival Júnior. Com o ponto conquistado, o Palmeiras terminou a primeira metade do campeonato fora da zona de rebaixamento – tem os mesmos 18 pontos do 17º colocado Criciúma, mas terminou à frente por ter uma vitória a mais que os catarinenses. O Atlético é o 11º com 25 pontos.

O Palmeiras chegou perto do primeiro gol com Leandro, aos 27 minutos, mas o atacante acertou a trave. Dois minutos depois, o Atlético chegou ao gol em uma jogada confusa. Marcos Guilherme chutou e Fábio deu rebote; na sobra, Dellatorre se atrapalhou, mas conseguiu finalizar de calcanhar. A bola ainda bateu no goleiro palmeirense e na trave antes de entrar.

Leia também

Corinthians volta a falhar pontaria e não sai do empate

Publicidade

São Paulo vence Sport e diminui distância para o Cruzeiro

Fluminense marca no fim e empata com líder Cruzeiro

O empate do Palmeiras saiu apenas na segunda etapa. Aos cinco minutos, Diogo foi derrubado por Marcelo Quirino na área e sofreu pênalti. Na cobrança, Henrique bateu com firmeza no canto esquerdo de Weverton. O Palmeiras era superior até os 17 minutos, quando o volante Josimar deu uma entrada violenta em Natanael e foi expulso. Com um a menos, o Palmeiras se defendeu nos minutos finais e saiu satisfeito com o empate.

Tropeço – o Inter tinha a chance de diminuir a diferença para o líder Cruzeiro, mas decepcionou sua torcida e perdeu, de virada, por 3 a 2 para o Figueirense, no Beira-Rio. D’Alessandro, de pênalti, e Paulão, em chute forte, marcaram para o Inter ainda no primeiro tempo. No complemento, o time gaúcho relaxou e cedeu três gols a Everaldo, Marco Antônio e Giovanni Augusto. O Inter permaneceu com 34 pontos, na terceira colocação do Brasileirão. O Figueirense é o 12º, com 24 pontos.

Publicidade