Clique e assine com até 92% de desconto

Pai de Neymar só mostrará contratos se a Justiça exigir

Ele alegará que os documentos da negociação entre Santos e Barcelona têm cláusulas de confidencialidade que os impedem de ser divulgados

Por Da Redação 31 jan 2014, 09h37

O Santos aguarda o pai de Neymar apresentar os documentos da transferência do jogador para o Barcelona para saber se tem direito a parte dos 40 milhões de euros (cerca de 132 milhões de reais) recebidos pela N&N Consultoria Esportiva e Empresarial Ltda, empresa criada pelo pai do jogador. Mas isso não deve acontecer com muita facilidade. Neymar da Silva Santos e o Barcelona vão alegar que cláusulas de confidencialidade impedem que detalhes do contrato sejam divulgados. E só os mostrarão ao Santos se a Justiça exigir.

Leia também:

Empresa do pai de Neymar entra na mira do MPF

Pai de Neymar revela acordo com Barcelona feito em 2011

Neymar custou 284,5 milhões de reais ao Barcelona

Vinte e sete dias antes de assinar o primeiro contrato com o Barcelona, em 2011, o pai de Neymar abriu uma empresa para “agenciamento de profissionais para atividades esportivas, culturais e artísticas, seleção e agenciamento de mão de obra”. A N&N Consultoria Esportiva e Empresarial Ltda. foi constituída em 18 de outubro de 2011 e o acordo com o Barcelona foi firmado em 15 de novembro. A Procuradoria da República em Santos instaurou procedimento investigatório criminal e já requisitou informações à Receita Federal sobre a situação das empresas e da pessoa física do empresário.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade