Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oswaldo minimiza 0 a 0 e celebra vaga do Botafogo

Por AE

Rio – Mesmo sem encantar a torcida, que em muitos momentos demonstrou impaciência, o Botafogo conseguiu empatar por 0 a 0 com o Guarani, em casa, na última quarta-feira, e avançar na Copa do Brasil. O resultado e o futebol demonstrado confirmaram a fase da equipe, que tem conseguido bons resultados, mas sem agradar o torcedor. Após a partida, o técnico Oswaldo de Oliveira minimizou as críticas e preferiu exaltar a classificação para as oitavas de final.

“Nosso objetivo foi alcançado. Jogamos para ganhar, mas não conseguimos o gol. Criamos oportunidade que acabamos não aproveitando. Mas o mais importante nós conseguimos, que foi passar para a próxima fase”, declarou.

O próprio treinador admitiu que o futebol apresentado ficou abaixo do esperado, mas viu um ponto positivo na partida: o meia Maicosuel, que aos poucos vai retornando de lesão. Ele entrou no segundo tempo diante do Guarani e agradou Oswaldo, que já projeta sua entrada no time titular.

“Ele entrou bem. Estamos seguindo a nossa programação. Ele teve uma inatividade grande, perdeu muito do condicionamento físico, que agora esta recuperando. Nesta quarta-feira, ele conseguiu segurar bem a bola no ataque, o que precisávamos desde o primeiro tempo”, comentou. “Se ele estiver em condições no sábado, começará a partida. Mas avaliarei isso apensas na sexta-feira”, completou, projetando o duelo diante do Bangu, pela semifinal da Taça Rio.

Oswaldo de Oliveira surpreendeu a todos na última quarta ao barrar o atacante Loco Abreu, que ficou no banco de reservas. O treinador, no entanto, negou que haja algum problema entre eles e elogiou a postura do uruguaio. “Não foi diferente do normal. Ele participou muito. Inclusive no vestiário, após o jogo, ele entrou comemorando e apoiando os jogadores, principalmente os mais novos”, afirmou.