Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oscar Schmidt é eleito para Hall da Fama nos EUA

Ex-jogador se junta a Hortência e Ubiratan Macial como únicos brasileiros

O brasileiro Oscar Schmidt foi eleito nesta sexta-feira para a classe de 2013 do Hall da Fama do Naismith Memorial Basketball. O ex-ala da seleção brasileira é um dos cinco novos membros anunciados antecipadamente para o principal hall da fama do basquete americano, e entra como representante da classe internacional. Depois do pivô Ubiratan Maciel e da ala Hortência, ele é o terceiro brasileiro a obter a honraria.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Além de Oscar, outros dois brasileiros concorriam na categoria internacional: o ex-jogador Amaury Pasos e o ex-técnico Togo Renan Soares, mais conhecido como Kanela. Oscar é um dos poucos atletas eleitos para o Hall da Fama do Naismith Memorial Basketball sem ter atuado na NBA. Ele recebeu convites, mas preferiu defender a seleção brasileira – na época a Federação Internacional de Basquete (FIBA) não permitia jogadores da NBA em partidas internacionais. Siga VEJA Esporte no Twitter Oscar é considerado um dos maiores nomes do basquete brasileiro. Atuou por clubes como Palmeiras, Sírio, Corinthians, Bandeirantes, Bauru e Flamengo, no Brasil, além de Caserta, Pavia e Valladolid, na Europa, e fez história na seleção brasileira. Sua principal conquista com o Brasil foi a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de 1987, quando a equipe venceu os Estados Unidos na decisão em Indianápolis. (Com Estadão Conteúdo)