Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os exclusivos carros do rei do rock, Elvis Presley

Da sua coleção nos EUA, estão no Brasil a Ferrari 308 Dino GT4 1975 preta, o MG A MkI 1959 e uma Harley-Davidson

Fora dos Estados Unidos, o Brasil tem o maior número de fãs de Elvis Presley. Pensando nisso, a Elvis Presley Enterprises, empresa que administra o patrimônio do Rei do Rock e é gerida pela viúva Priscilla e a filha Lisa-Marie Presley, decidiu trazer parte do vasto acervo do astro e mostrá-lo aos brasileiros. A exposição The Elvis Experience, inaugurada no último dia 5 de setembro no Shopping Eldorado, na zona oeste de São Paulo, presta uma homenagem aos 35 anos da morte do Rei

Leia também:

Leia também: No Brasil, ex-mulher decreta: ‘Elvis não morreu’

Vieram de Graceland, a mansão onde o cantor viveu até morrer, em 1977, cerca de 500 objetos, entre peças de vestuário, objetos pessoais, prêmios, além de dois automóveis: uma Ferrari 308 Dino GT4 1975 preta e o MG A MkI 1959 conversível vermelho usado no filme Feitiço Havaiano (Blue Hawaii), de 1961. Elvis também era fanático por motocicletas Harley-Davidson e, como representante desta paixão, a mostra exibe uma das duas Electra-Glide 1200 1976 que integram o Elvis Presley Automobile Museum, também em Memphis, do outro lado da rua de Graceland.

Leia também:

– Chevrolet Onix e Hyundai HB20: eles querem desbancar o Gol –

As últimas notícias sobre lançamentos, test drive, recall e mercado

O novo EcoSport: todo novo mesmo, e bem melhor

Ao todo, o museu conta com mais de 33 veículos acomodados em pequenos cenários. Além da Ferrari e do MG, o espaço tem como destaques os famosos Cadillacs Fleetwood 1955 cor-de-rosa e Eldorado 1956 conversível roxo, o Continental Mark II 1956 branco, dois Rolls-Royce Silver Cloud – um preto 1960 e um 111 branco 1966 -, um dos únicos Stutz Blackhawk produzidos na década de 1970, e um jipinho Willys DJ-3A cor-de-rosa, que também fez uma ponta no longa rodado no Havaí. Os ingressos para a mostra, que vai até o dia 5 de novembro, custam de 20 a 100 reais (da segunda semana em diante), e as visitas são feitas com hora marcada, todos os dias, das 10h às 22h.

Leia também:

Milhares fazem procissão em memória de Elvis Presley –

Fãs invadem Graceland para os 35 anos da morte de Elvis –

Viaje ao local onde nasceu a música do mito Elvis Presley