Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Organização ambiental afirma que Madri ‘mente’ ao COI sobre qualidade do ar

Madri, 17 fev (EFE).- A organização ambiental Ecologistas em Ação denunciou, nesta sexta-feira, que Madri, candidata aos Jogos Olímpicos de 2020, ‘mente’ ao Comitê Olímpico Internacional (COI) sobre a qualidade do ar da capital da Espanha.

O grupo ecologista divulgou uma nota na qual destaca que só em 2011 Madri descumpriu os limites para os três poluentes principais: dióxido de nitrogênio, partículas em suspensão e ozônio troposférico.

‘Com os dados na mão, obtidos diretamente da rede de medição de qualidade do ar de Madri, foi observado que a Vila Olímpica é uma das zonas da cidade mais prejudicadas pelo ozônio troposférico’, ressaltou a organização.

Além disso, os Ecologistas em Ação acrescentaram que perto das previsíveis sedes olímpicas da zona de Manzanares, registrava no ano passado um ‘marco recorde’ na média anual de dióxido de nitrogênio.

A entidade garante que ‘Madri mente em suas respostas ao questionário do comitê olímpico’ sobre a qualidade do ar da capital espanhola, e ‘continua na linha da Prefeitura de negar o problema da poluição atmosférica’ e sua responsabilidade para resolvê-lo.

O COI confirmou, nesta quinta-feira, as candidaturas de Istambul, Tóquio, Baku (Azerbaijão), Doha (Catar) e Madri para sediar os Jogos Olímpicos de 2020, após receber em prazo os primeiros relatórios de suas propostas. EFE