Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Orçamento de Londres 2012 não atingirá os mais de R$ 29 bilhões previstos

Londres, 13 jun (EFE).- Os Jogos Olímpicos de Londres custarão menos do que os 9,3 bilhões de libras (mais de R$ 29 bilhões) previstos no orçamento inicial apresentado em 2007, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelo Governo britânico.

O Executivo indicou que ainda não gastou 476 milhões de libras (mais de R$ 1,5 bilhão), previstos para contingências. Com isso, até o início dos Jogos, daqui 44 dias, o gasto não deverá ultrapassar o que foi orçado.

O ministro britânico de Cultura, Jeremy Hunt, classificou a notícia como antástica e ressaltou ‘a capacidade do Reino Unido gerir grandes projetos respeitando os prazos e o orçamento estipulado’.

Mesmo assim, o custo final ultrapassará o valor anunciado, ao serem levadas em conta outras despesas relacionadas com os Jogos, segundo relatório do comitê de Contas Públicas da Câmara dos Comuns, apresentado em março.

O estudo parlamentar mostra que não foram incluídos no orçamento os 788 milhões de libras gastos para comprar os terrenos do Parque Olímpico de Stratford, nem os 826 milhões de libras comprometidos em projetos para assegurar o legado olímpico.

Uma das verbas orçamentárias mais importantes é a destinada à segurança, que ultrapassará 1 bilhão de libras. Além das instalações esportivas e a vila olímpica, o transporte público e as fronteiras serão os principais focos de atenção para as forças de segurança.

O Reino Unido investiu 6,500 bilhões de libras melhorar a infraestruturas de transporte do país nos últimos anos. Deste valor, 900 milhões de libras fazem parte do orçamento olímpico.

Mesmo assim, a autoridade do transporte de Londres (TFL, na sua sigla em inglês) adverte que nos horários de pico, algumas estações da rede de metrô ficarão saturadas.

Apesar dessa perspectiva, as autoridades londrinas têm pedido que os espectadores que irão ao Parque Olímpico devem se deslocar através de transporte público. Para facilitar o acesso dos torcedores, cada dono de ingresso para os Jogos ganhará um cartão para utilizar o serviço. EFE