Clique e assine com até 92% de desconto

Olimpíada de Tóquio-2020 será adiada, revela membro do COI

O canadense Dick Pound, ex-vice presidente do comitê olímpico, revelou que a decisão já foi tomada e será anunciada em breve

Por Danilo Monteiro Atualizado em 23 mar 2020, 18h29 - Publicado em 23 mar 2020, 15h12

O canadense Dick Pound, membro mais antigo do Comitê Olímpico Internacional, revelou nesta segunda-feira 23 que, devido à pandemia de coronavírus, a decisão de adiar a Olimpíada de Tóquio-2020 foi tomada e deverá ser anunciada em breve. Segundo ele, em entrevista ao jornal americano USA Today, a organização ainda não decidiu para quando o evento será remarcado.

ASSINE VEJA

A guerra ao coronavírus A vida na quarentena, o impacto da economia, o trabalho dos heróis da medicina: saiba tudo sobre a ameaça no Brasil e no mundo
Clique e Assine

“Com base nas informações do COI, o adiamento já foi decidido. Os parâmetros daqui para a frente ainda não foram definidos, mas, pelo que sei, os Jogos não começarão em julho. Adiaremos e depois começaremos a lidar com todas as consequências da alteração da data – que são imensas. Tudo será feito por etapas”, declarou Pound, que é ex-nadador e ex-vice-presidente do COI, entidade da qual faz parte desde 1978.

  • Os Jogos de Tóquio estavam marcados para o dia 24 de julho, mas o surto do coronavírus obrigou a organização a adiar o evento. O COI foi ao limite para manter a data, mas começou a sofrer pressão de atletas e de federações. Após a desistência da tradicional federação de natação americana, que pediu o adiamento dos Jogos, o comitê canadense, no último domingo, foi o primeiro a anunciar que não levaria seus atletas para o Japão, devido ao risco à saúde de todos.

    “Embora reconheçamos as complexidades inerentes ao adiamento, nada é mais importante do que a saúde e a segurança de nossos atletas e da comunidade mundial”, comunicou o comitê do Canadá, em nota.

    Continua após a publicidade
    Publicidade