Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Olimpíada de Inverno: norovírus preocupa organização dos Jogos

Segundo o comitê organizador, foram confirmados 86 casos de norovírus desde terça-feira e militares foram convocados para atuar no evento

A apenas um dia para a abertura da Olimpíada de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, uma “epidemia” de norovírus está infectando diversas pessoas da cidade organizadora do evento. Até o momento, foram confirmados 86 casos, mas nenhum atleta está entre eles. Enquanto isso, os organizadores da competição estão tentando resolver este problema o mais rápido possível.

O vírus é altamente contagioso e pode ser transmitido pela comida ou água. Segundo relatos, o norovírus provoca diarreia e vômitos, e caso seja transmitido para um atleta, estes sintomas causariam uma grande fraqueza nos competidores.

“Na terça, tínhamos 32 casos, mas agora temos 54 a mais, dando um total de 86 pessoas com o norovírus”, disse Kim Hyun-Jun, diretor do Centro de Controle e Prevenção de Enfermidades sul-coreano.

A organização dos Jogos de Inverno, por precaução, dispensou temporariamente cerca de 1.200 agentes de segurança do evento e, para seus lugares, foram convocados cerca de 900 militares do país. Os atletas estão seguindo as recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI), que diz para lavar bem as mãos e usar antissépticos para evitar a contaminação.