Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Olimpíada de Inverno: japonês sofre grave acidente no snowboard

Yuto Totsuka, de apenas 16 anos, caiu na final da prova do halfpipe masculino e foi levado ao hospital com dores no quadril

Em um dia histórico na Olimpíada de Inverno, com a conquista da 100ª medalha de ouro dos Estados Unidos, os Jogos de PyeongChang viveram um momento de tensão nesta quarta-feira. Um grave acidente envolvendo o japonês Yuto Totsuka, de apenas 16 anos, que caiu após uma manobra de uma altura de mais de quatro metros, chegou a interromper a prova por um tempo. Retirado de maca da rampa, Totsuka precisou ser levado ao hospital, por causa de fortes dores no quadril.

Totsuka era o terceiro atleta a iniciar sua descida na rampa do Phoenix Park, quando no meio da manobra, perdeu o controle e bateu no lado da parede. O japonês caiu consciente, mas não conseguia se movimentar, sendo necessário a ajuda dos paramédicos para retirá-lo do local. Segundo comunicado emitido pelo comitê olímpico japonês, Totsuka estava bem, porém como reclamava de dores no quadril, foi transferido para um hospital para exames mais detalhados.

O japonês Yuto Totsuka é socorrido após sofrer uma queda durante a prova de halfpipe masculino nas Olímpiadas de Inverno Pyeongchang, na Coréia do Sul - 14/02/2018 (Dylan Martinez/Reuters)

Recorde americano

Quando a prova retornou, o público pôde ver a consagração do americano Shaun White, que conquistou o tricampeonato olímpico no snowboard halfpipe. Campeão em 2006, em Turim, e em 2010, em Vancouver, Shaun White voltou a disputar uma prova olímpica após a derrota e o amargo quarto lugar de 2014, nos Jogos de Sochi.

O americano começou bem, terminando a volta na primeira colocação, mas viu seu favoritismo ser ameaçado ao fim da segunda descida, quando o japonês Ayumo Hirano assumiu a ponta com uma nota parcial de 95,25. Precisando de uma volta praticamente impecável, White encaixou uma manobra de 1440 graus, chegando a girar quatro vezes no ar, tirou 97,75 de nota e correu para o abraço.

De quebra, o atleta de 31 anos ainda foi o responsável por levar o 100º ouro dos Estados Unidos na história dos Jogos Olímpicos de Inverno.

(Com Gazeta Press)